(Fonte da imagem: Divulgação/AMD)

Nesta segunda-feira (14 de novembro), a AMD anunciou oficialmente as novas linhas de processadores Opteron 6200 e 4200, os quais possuem os codinomes “Interlagos” e “Valencia”, respectivamente.

De acordo o informativo da empresa, essas novas séries de CPUs são voltadas para empresas, focando a implementação de serviços de computação nas nuvens. Segundo a publicação, o Opteron 6200 (processador com 16 núcleos) oferece 73% mais banda de memória, reduz o consumo de energia de cada núcleo pela metade e possui um desempenho 89% maior que processadores similares e na mesma faixa de custo.

"Nossa indústria está em um novo momento; a virtualização proporcionou um novo nível de consolidação da confiança e as empresas estão olhando para a ‘nuvem’ como uma forma de promover maior agilidade e eficiência. Nós projetamos o novo processador AMD Opteron para este momento", comentou Paul Struhsaker, vice-presidente corporativo e gerente geral de negócios da AMD.

Nas novas linhas Opteron 6200 e 4200, baseadas na arquitetura “Bulldozer”, cada núcleo possui de 1,6 GHz a 2,6 GHz de frequência. O preço dos diferentes modelos de cada série pode variar de US$ 500 a US$ 1.000 – aproximadamente.

Cray XE6 (Fonte da imagem: Divulgação/Cray)

Os processadores da AMD mal foram lançados e já estão nos planos de empresas que desejam criar supercomputadores comerciais. Conforme publicado pelo site Baboo, o National Center for Supercomputing Applications (NCSA) contratou a fabricante Cray para o desenvolvimento de máquinas superpotentes que farão parte do projeto Blue Waters – o qual prevê a utilização de um supercomputador híbrido com 265 gabinetes, superando o desempenho de 1 petaflop.

Cupons de desconto TecMundo: