A Microdrones enviou um de seus modelos de robôs microscópicos voadores, com câmeras, para a Google.

É o que afirma Sven Juerss, diretor executivo da empresa, em entrevista ao portal de notícias alemão WiWo.

O robô poderia ser utilizado para capturar imagens de altíssima definição para o Google Earth. Enquanto a Google não comenta o assunto, Juerss afirma que as chances de fazer negócios duradouros com a empresa sediada em Mountain View são grandes. Otimista, ele também revelou que espera enviar dezenas de robôs para a Califórnia.

Os robôs voam a velocidades de até 80 km/h e são controlados à distância. O assunto promete gerar polêmica, uma vez que a alta tecnologia das câmeras pode gerar problemas ainda maiores do que os do Street View, serviço da Google que ganhou destaque negativo por flagrar momentos embaraçosos.

Confira, no vídeo abaixo, uma demonstração do Microdrone:

Os pequenos robôs são discretos o suficiente para adentrar áreas particulares sem serem notados. Mesmo no escuro, a câmera é capaz de obter imagens nítidas, pois conta com dispositivos para visão noturna.

Eles também têm câmeras térmicas, capazes de gerar imagens mesmo com obstáculos como cortinas e até mesmo paredes. Assim, interiores de diferentes construções podem ser monitorados, como acontece em vários filmes hi-tech.

Juerss afirma que sempre foi proibido violar a privacidade com fotografias e que os robôs não vão mudar isso.

Cupons de desconto TecMundo: