(Fonte da imagem: Idealo)

Um estudo realizado pela consultoria alemã Idealo provou aquilo que muitos brasileiros já desconfiavam — a Apple Store nacional cobra os preços mais caros de todo o mundo. Para chegar a essa conclusão, a empresa somou os preços dos cinco modelos de entrada mais vendidos em 37 países e, em seguida, os dividiu para chegar a uma média.

Os produtos analisados foram o iPad 2, MacBook Air, iPod Touch, MacBook Pro e iMac. Apesar da popularidade do iPhone, o smartphone foi deixado de fora por também ser vendido através de diversas operadoras com valores variados.

(Fonte da imagem: Idealo)

A média de preços de um produto Apple no Brasil é de US3 1.386, quase 600 dólares a mais do que o cobrado na loja online da Malásia, cuja média de US$ 803 lhe garantiu a posição do local em que se gasta menos para adquirir dispositivos da empresa. Canadá, Hong Kong, Estados Unidos e Cingapura completam o ranking dos cinco países em que os gadgets são mais acessíveis.

Atrás do Brasil, ficaram a República Tcheca, Tailândia, Noruega e Dinamarca — nenhum dos países apresentou valores médios inferiores a mil dólares. Não são somente os altos impostos cobrados  que fazem o preço dos produtos da Maçã serem tão caros — a grande popularidade dos gadgets também motiva muitas lojas a aumentar preços para lucrar ainda mais em cima dos consumidores.

Cupons de desconto TecMundo: