Quando o assunto é novidade da Microsoft, o clima é sempre de ansiedade. Foi assim com o Windows Live Messenger 2010, e agora todas as atenções se voltam ao Windows 8. Nessa última semana, o site italiano Windowssette — um blog de admiradores do sistema — estremeceu o mundo da computação.

O blog divulgou uma apresentação de PowerPoint que é, aparentemente, o projeto completo do suposto novo sistema da Microsoft. Por sua vez, outro blog, o Microsoft Kitchen, destrinchou vários slides. Todos os pensamentos internos da Microsoft referentes ao Windows 8 estão na apresentação, desde o desenvolvimento ao ciclo do produto, com recursos e ideias em detalhes.

As informações são tão confidenciais que todos os slides são “carimbados” com a marca d’água “Under NDA”, ou seja, sob sigilo absoluto (NDA é a sigla em inglês para acordo de sigilo).

Até agora, ninguém sabe dizer se se trata de uma jogada de marketing ou de alguém que simplesmente decidiu compartilhar a apresentação com o mundo. O Baixaki traz para você as supostas características mais quentes do já esperado Windows 8!

Simplesmente funciona, a filosofia da Apple

Um slide mostra que a Microsoft quer os bons exemplos da Apple. A filosofia “simplesmente funciona”, a alta qualidade e a facilidade de uso são consideradas modelos a seguir. O objetivo é fazer com que os consumidores percebam o valor do produto, fidelizem-se à marca e despertem a consciência de que “this is something people would pay for”, ou seja, é algo que as pessoas pagariam para ter.

O slide que deixa clara a inspiração da Apple.

Imagem: Microsoft Kitchen

Windows Store

Outro exemplo da Apple, a Microsoft tem na manga a Windows Store, um lugar para adquirir aplicativos para Windows e, aparentemente, dispositivos móveis também. A boa nova é que essa loja não deve ser lançada somente com o Windows 8, mas bem antes. Fato é que se trata de uma prioridade alta da turma de Bill Gates.

O serviço seria hospedado inteiramente “nas nuvens” e ajudaria desenvolvedores a atingir seu público-alvo. Os slides ainda apontam para recursos de redes sociais, com recomendações de aplicativos, por exemplo.

Dica: fique atento ao site http://www.windowsstore.com/. Ele já está registrado e pode ser lançado em breve.

Projeto da Microsoft Store, com rápida instalação de aplicativos.

Imagem: Microsoft Kitchen

O desktop Windows 8

O desktop Windows 8.Um slide mostra o que parece ser um desktop personalizado para o Windows 8. O display é um touch que pode variar entre 17’’ e 30’’ com cinco ou mais pontos de contato. O computador conta com processador gráfico, suporte para vídeos em alta definição, sensores de proximidade e de luz ambiente, além de câmera para login (você vai entender já, já).

O desktop contaria ainda com microfone direcional, caixas de som de alta qualidade, controle de voz e fácil integração com aplicativos de comunicação, redes sociais, mídia e entretenimento.

Em termos de conectividade, suporte para wireless, ethernet e Bluetooth dariam conta do recado. Uma observação enfatiza a importância de uma conexão rápida e consistente.

Plataformas

Dividindo bem os grupos de usuários, as versões do Windows 8 seriam otimizadas para três focos principais: tablets, laptops e “all in one” (tudo em um). No caso de tablets, a versão seria direcionada para internet e mídia, jogos casuais, leitura de emails e, principalmente, comunicação via mensageiros instantâneos e redes sociais.

Slides com detalhes da otimização para cada plataforma.

Imagem: Microsoft Kitchen

Para laptops, o sistema seria otimizado para aplicativos que visam produtividade, comunicação mais exigente (leitura e envio de emails) e organização de mídia. Por último, quando o assunto é “all in one”, o sistema reuniria todos os benefícios das duas versões já mencionadas.

Reconhecimento facial

A data prevista para o lançamento do Windows 8 é 2012. Até lá, integração com câmera deve ser algo mais que comum, como afirma um dos slides. Pensando nisso, que tal fazer o login na sua máquina com seu rosto? O PC detectaria a presença do usuário e faria o login automaticamente.

O palpite dos mais entusiastas é a aplicação do conceito Kinect ao login do Windows 8, o que dá margem para várias possibilidades interessantes. Por exemplo, sentar-se na cadeira para ligar o computador, e apenas levantar para entrar em modo de hibernação. E se outra pessoa aparecer na câmera? Simples, o sistema alterna o usuário.

Considerando o empenho da Microsoft a fim de emplacar o Kinect, é de se esperar que o Windows 8 tenha bastante suporte para a tecnologia.

Reconhecimento facial para logar usuários.

Imagem: Microsoft Kitchen

Contas de usuário

As contas de usuário continuariam a ser a principal maneira de acessar o Windows. Pelo conteúdo dos slides, é possível perceber que elas dariam o tom do Windows 8, com muitas opções de customização para cada usuário em diferentes níveis: aplicativos, dispositivos, multimídia, interface gráfica, temas e até mesmo ajuda e suporte personalizados.

A grande novidade aqui é a integração com “cloud computing”. Configurações e preferências associadas a cada conta andariam sempre com o respectivo dono, sendo acessíveis em outros computadores. Da mesma maneira, o sistema facilitaria o login em sites.

Ligar, desligar e vários estados entre eles

O Windows 8 seria o sistema mais rápido de se ligar. Para isso, a Microsoft planeja diferentes conceitos de status dele. Uma das estratégias é a combinação do estado de logoff com o de hibernação, para economizar energia e reiniciar o sistema imediatamente, sem perder rendimento por isso.

O novo modo reiniciaria a máquina na metade do tempo do “boot frio”, ou seja, a primeira vez em que o sistema é iniciado após ser desligado. De acordo com os slides, ainda será definido o nome do novo status do sistema, assim como sua integração com os outros modos.

O slide que fala do sistema de Logoff com Hibernação.

 

Imagem: Microsoft Kitchen

Botão para resetar

Este conceito mostra uma função que reinstala o Windows sem que você precise fazer um backup de arquivos, documentos, aplicativos e configurações. Em curtas palavras, o Windows 8 volta ao seu estado original automaticamente, mantendo arquivos pessoais e configurações.

Após resetar o Windows, aplicativos adquiridos pela Windows Store seriam facilmente reinstalados.

Função para resetar o Windows sem perder nenhum arquivo ou configuração pessoal.

Imagens: Microsoft Kitchen, montagem: Baixaki

Display avançado

O 3D está na moda. Em 2012, pode ser algo razoavelmente simples e acessível. Os slides apontam bastante atenção da Microsoft com a experiência gráfica do sistema. Um dos destaques é a detecção de luz do ambiente para automaticamente ajustar o brilho da imagem em conformidade.

Portabilidade

A possibilidade manter dados pessoais em “cloud computing” pode indicar dois focos da Microsoft: levar o Windows 8 facilmente a diversas plataformas e aproximar cada vez mais a experiência do usuário com dispositivos móveis no desktop.

Lembre-se: são boatos

Não há como garantir a autenticidade dos slides. Alguns blogs de entusiastas, como o Microsoft Kitchen, garantem que são reais por experiência própria. Outros, como o Download Squad, acham suspeitos alguns erros gramaticais grosseiros em inglês.

Fato é muita coisa pode acontecer até a data prevista de lançamento, 2012. Dois anos para a tecnologia são suficientes para as mais incríveis novidades. O projeto, pelo que se observa por meio dos slides, é extremamente audacioso, mas nem tudo pode ser aproveitado.

Pelo cronograma, o desenvolvimento do código do Windows 8 deve começar nos próximos meses. Enquanto isso, prepare-se, pois este é apenas o começo da “angústia” e ansiedade até informações oficiais circularem finalmente.

Cupons de desconto TecMundo: