A Positivo, fabricante brasileira de diversos produtos eletrônicos, divulgou ontem (27) que, em parceria com a argentina BGH, começará a produzir computadores e tablets na Ruanda.

O acordo fechado com o governo do país africano já acertou a venda de 750 mil PCs, sendo que 50 mil notebooks terão que ser entregues já no começo de 2015. Os primeiros lotes serão para o Ministério da Educação, que entregará os computadores com software educacional pré-instalado para alunos dos ensinos Fundamental e Médio.

A fábrica da empresa na capital da Ruanda, Kigali, conta com uma estrutura de 7,5 mil m² e tem capacidade de produzir pelo menos 60 mil aparelhos eletrônicos por mês. Conforme dados divulgados pelo vice-presidente de Mobilidade e Parcerias Estratégicas da Positivo Informática ao G1, somente a primeira fase do negócio garantirá a venda de 150 mil unidades de computadores ao ano durante os próximos cinco anos.

A busca por mercados estrangeiros não é uma novidade na estratégia da Positivo, que conta com negócios na Argentina e no Uruguai. O esfriamento do mercado brasileiro, que apresentou queda de 6,5% na venda de tablets e PCs, também é um motivo para a companhia procurar mercados alternativos mundo afora. 

Cupons de desconto TecMundo: