O site de Marina Silva, candidata do PSB à presidência da República, foi alvo de duas polêmicas neste final de semana. A primeira delas foi a mudança nas propostas de governo da candidata após quatro tweets do pastor Silas Malafaia, o que enfureceu a comunidade LGBT brasileira e criou centenas de memes e um tumblr dedicado as mudanças na cartilha. Após este incidente, segundo a assessoria de imprensa da candidata, o site da campanha de Marina sofreu dois ataques e ficou fora do ar por mais de uma hora.

Supostamente, o primeiro ataque teria ocorrido no sábado, 30, e o segundo no dia seguinte. No primeiro episódio, o site da campanha ficou fora por quase uma hora, e no segundo por cerca de 20 minutos. A equipe responsável disse que novas instabilidades podem voltar a ocorrer.

A assessoria de imprensa da campanha não informou a origem dos ataques, e não podemos descartar uma falha do servidor graças ao intenso número de acessos causados no final de semana por causa da polêmica entre Marina e o pastor Silas Malafaia. De toda forma, os responsáveis pela campanha estão investigando o problema e se descobrirem responsáveis pela falha, eles prometem acionar a justiça para limitar ações similares, classificada como "criminosa e antidemocrática". A polícia ainda não deu um parecer oficial sobre o problema.

Cupons de desconto TecMundo: