AmpliarClique para ampliar e conferir com detalhes. (Fonte da imagem: Reprodução/Trendmap.com)

Morreu nesta quinta-feira (5) o ex-presidente da África do Sul, ícone da igualdade racial e do combate ao regime do Apartheid no país, Nelson Mandela. A saúde do ex-político e líder rebelde já era frágil há alguns anos, mas a condição piorou a partir deste ano, quando as internações em hospitais locais eram cada vez mais frequentes.

Por conta da importância histórica e social de Mandela, o nome do sulafricano foi disparado o termo mais comentado nas redes sociais após o anúncio do falecimento, feito em uma declaração do atual presidente do país, Jacob Zuma.

A foto acima é um mapa de hashtags que mostra o tamanho da popularidade do "Madiba" (apelido carinhoso dado a ele pela população e que representa o nome do clã de Mandela na etnia Xhosa). Apenas a China não aparece no mapa, já que o Twitter está oficialmente banido do país. Ele também é chamado de "pai" pela nação que ajudou a construir, mas mensagens de apoio eram frequentes também de todas as partes do mundo.

Desde 2012, textos sobre Mandela e algumas das cartas escritas por ele durante os 27 anos em que esteve preso por participar de manifestações contra o regime de segregação racial na África do Sul. Você pode conferir todo o material por este link (em português).

Quem morreu mesmo?

O ator Morgan Freeman, que segue vivo. (Fonte da imagem: Reprodução/AFP)

Junto com o nome de Mandela, os "Treding Topics" do Twitter no Brasil e nos Estados Unidos exibiam outro nome famoso: Morgan Freeman, ator que interpretou Mandela do filme "Invictus" e possui semelhanças físicas com o "Madiba".

Mas pode ficar tranquilo: a imensa maiora das mensagens era apenas uma trollagem, como "Quem morreu, o Morgan Freeman?", indicando que os twitteiros sabiam quem realmente havia falecido e estavam apenas brincando.

Cupons de desconto TecMundo: