(Fonte da imagem: Reprodução/Mashable)

Principal figura por trás do site Wikileaks, Julian Assange está concorrendo a uma vaga no senado da Austrália. A confirmação veio através da conta oficial do site no Twitter, que anunciou sua filiação ao Partido Wikileaks Australiano.

Quem mais demonstrou animação pelo anúncio foi a mãe de Assange, Christine, que disse ao The Age que seu filho “vai ser incrível” na posição. As eleições do país estão marcadas para acontecer no dia 14 de setembro, o que deve dar uma boa margem de tempo para ele realizar sua campanha.

O grande problema do caso é o fato de que Assange está exilado na embaixada do Equador em Londres e pode ser preso caso dê um passo para fora do edifício. Segundo as leis australianas, caso ele seja eleito, terá dois meses para pisar no prédio do senado antes que os demais membros sejam forçados a escolher uma nova pessoa para o cargo.

Cupons de desconto TecMundo: