(Fonte da imagem: Reprodução/GXP)

Ao que parece, toda a polêmica envolvendo a campanha eleitoral brasileira e a internet ainda rende algumas discussões. Após o diretor-geral da Google Brasil ter sido preso por conta de um vídeo enviado por um usuário ao YouTube, outras páginas foram notificadas por receberem conteúdos que denigrem a imagem de alguns candidatos.

Nesta semana, além do Google, o Facebook também recebeu um alerta da Justiça Eleitoral brasileira. De acordo com o juiz da 63ª zona eleitoral de Teresina, Antônio Sales, as duas empresas devem remover todo o material que serve para atacar os candidatos Wellington Dias e Elmano Ferrer, que disputam a prefeitura da capital piauiense pelo PT e PTB, respectivamente.

De acordo com Sales, o material é considerado como propaganda irregular e, por conta disso, deve ser retirado do ar. A assessoria jurídica do PTB afirmou ao site Olhar Digital que um dos conteúdos que gerou a notificação é um vídeo de quase 13 minutos que visa exatamente atacar Ferrer nesta última semana que antecede a eleição.

Fonte: Olhar Digital

Cupons de desconto TecMundo: