Games” e “polêmica” são palavras que frequentemente se encontram nos noticiários por aí. O caso que relataremos nesta matéria é uma perfeita união desses dois conceitos que, em um mundo perfeito, provavelmente jamais se encontrariam. Acontece que a liberdade, algo amplamente difundido em nossa sociedade, tem o seu preço, e, por conta dela, algumas pessoas acabam extrapolando.

Esse é o caso de Ass Hunter, aplicativo homofóbico que foi retirado da Google Play recentemente. Esse game polêmico promovia uma espécie de “caça aos gays”. O jogador assumia o controle de um caçador armado enquanto pessoas nuas e supostamente homossexuais apareciam na tela do aparelho. O objetivo do game é acertá-las para evitar sofrer um “ataque” delas.

Na descrição do jogo, lia-se o seguinte: “Jogo lendário em que você é o caçador, e sua missão é matar tantos gays quanto você puder ou escapar deles para o próximo nível. Gays podem estar escondidos em arbustos e podem pegar você de forma inesperada. Lembre-se: quando eles te pegarem, eles vão fazer o que quiserem com você”.

Esse mesmo título existe há anos em sites recheados de jogos em flash. Porém, assim que ele desembarcou na Google Play, logo foi retirado antes mesmo que muitas pessoas pudessem baixá-lo. A grande polêmica dessa história toda (além do conteúdo homofóbico) é que a companhia não barra a publicação de aplicativos em sua loja, mas assegura que não permite conteúdos que incentivem a discriminação por raça, origem, religião ou orientação sexual.

Cupons de desconto TecMundo: