Uma nova polêmica envolvendo a categoria dos profissionais da saúde começou a circular pela web brasileira ontem. Um app chamado “Médico Pontual” chegou ao conhecimento do Sindicato dos Médicos do Estado de Sergipe e foi acusado de servir como veículo para denúncias equivocadas.

O app basicamente permitia que pacientes compartilhassem com outros usuários as experiências que tiveram em consultas com médicos de todo o país, identificando o profissional pelo nome ou pelo CRM. Ao que parece, a ideia do software era oferecer uma plataforma na qual pessoas pudessem reclamar publicamente de maus comportamentos de seus médicos, especialmente de atrasos.

Contudo, segundo o referido sindicato, o app “tem servido exclusivamente para denúncias equivocadas e sem sentido, não permitindo o contraditório por parte do médico, criando uma falsa sensação de justiça e prejudicando unicamente a imagem dos médicos citados sem direito a defesa”, diz parte da nota de repúdio publicada no Facebook.

A mesma publicação do sindicato ainda incentiva seus leitores a fazerem uma espécie de “boicote”, com um passo a passo de como denunciar o app como impróprio na Google Play, a fim de tirar o título do ar. Ao que parece, essa movimentação deu certo, e não pudemos baixar o app para ver como ele funciona e verificar se a nota de repúdio realmente é pertinente.

Seja como for, o app gerou polêmica também no Twitter, onde vários médicos criticaram a postura da aplicação com relação à categoria. O site oficial da ferramenta saiu do ar, deixando ainda menos informações sobre como ela de fato funcionava.

Cupons de desconto TecMundo: