Bel Pesce é conhecida em todo o Brasil como a “Menina do Vale do Silício”. Com um currículo de dar inveja, a jovem de 28 anos é graduada em uma das instituições de ensino mais respeitada do mundo: o MIT (Massachusetts Institute of Technology).

Porém, além de ser palestrante, escritora, investidora e empreendedora, Pesce é alvo de uma das maiores polêmicas do mundo da tecnologia. E tudo isso começou quando ela tentou arrecadar fundos via crowdfunding para abrir uma hamburgueria gourmet — junto com o vencedor do Masterchef Brasil, como contamos no Mega Curioso.

E foi aí que começaram a surgir as primeiras denúncias de que Bel Pesce seria muito menos do que diz ser. E antes de falar o que estão dizendo, vamos mostrar também quais são as características que fizeram a jovem brasileira ser tão conhecida.

Prodígio do MIT

Como dito no texto do Mega, Bel Pesce gosta de ser conhecida como “A Garota do Vale”. Ela tem três livros publicados e estudou no MIT — instituição em que até mesmo o ingresso já exige alto desempenho escolar. Ela afirma ter se formado em cinco áreas diferentes: Engenharia Elétrica, Ciências da Computação, Administração, Economia e Matemática.

Foto extraída do Facebook de Bel Pesce

Aos 28 anos, ela foi considerada uma das 100 pessoas mais influentes pela revista Época e uma entre os 30 jovens mais promissores do Brasil pela revista Forbes. Com essas conquistas, ela vende palestras sobre criatividade e empreendedorismo, conseguindo lucros bem grandes em cada turma fechada.

Mas desde que o “caso hamburgueria” aconteceu, muitos vêm questionando a veracidade das informações que Bel Pesce usa para vender sua imagem aos “investidores” que pagam para ter instruções dela — incluindo os clientes da empresa “Faz Inova”, pela qual Bel Pesce presta um serviço de consultoria em empreendedorismo.

Bel Pesce afirmava ter cinco diplomas no MIT e ter trabalhado em grandes empresas de tecnologia nos Estados Unidos

É importante também lembrar que Pesce afirma ser a fundadora de uma empresa de muito sucesso nos Estados Unidos: a Lemon Wallet — baseada em planejamento financeiro. Alguns anos atrás, várias revistas brasileiras confirmaram a história de que Bel havia fundado a startup e que tudo surgiu das ideias dela.

Desmontando um mito

Nesta semana, o blogueiro Izzy Nobre decidiu desmontar o mito de Bel Pesce. Ele foi atrás de informações mais concretas sobre o que ela afirmava ter feito — incluindo os estágios na Microsoft e na Google. No texto, ele mostra as falhas nas histórias contadas pela “Menina do Vale”.

Como Nobre encontrou no LinkedIn da própria jovem, o que ela fez foi participar de “curtos estágios facilitados por um programa do MIT que envia estudantes para trabalhar em grandes empresas”.

Indo além, ele também localizou textos da própria brasileira mostrando que ela não possui cinco diplomas no MIT. O que existem são dois diplomas (Engenharia Elétrica/Ciências da Computação e Management Science). O resto eram apenas “minors”, o que significa que ela fez algumas matérias, mas não o suficiente para se tornar — grosso modo — uma especialista. No vídeo abaixo, você pode conferir a própria Bel dizendo algo parecido.

Izzy Nobre ainda fala que as palestras de Bel Pesce estão muito longe de serem baseadas em empreendedorismo. Apesar de vendidas como tal, seriam “palestras de autoajuda vazia salpicada com clichês requentados do tipo ‘acredite no seu sonho’ e ‘cada derrota é uma lição aprendida’”.

Por fim, ele também conseguiu contato com o ex-CEO da Lemon e obteve a informação de que a empresa foi criada em 2011, e Bel Pesce trabalhou lá entre março e outubro de 2012.

Mais ataques

Pelo Facebook, outra figura muito influente decidiu falar o que pensa sobre o caso. Felipe Neto usou seu perfil para falar que Bel Pesce vende sonhos inatingíveis. Segundo ele, Pesce manipulou a realidade e maquiou suas informações, influenciada também pelo jornalismo brasileiro que a ajudou a inflar o currículo com inverdades.

Ele diz ainda que é preciso conhecimento prático para realizar o que Bel Pesce afirma fazer em seus cursos e nas suas palestras. Nas palavras de Felipe Neto: “Se você quer se tornar um empreendedor, escolha quem serão seus mestres como se sua vida dependesse disso. Um falso guia, um falso empreendedor, alguém com a visão puramente teórica, pode te levar para o caminho da falência mais rápido do que você pode digitar EBITDA”.

Foto extraída do Facebook de Bel Pesce

A resposta de Bel Pesce

Na quarta-feira (31 de agosto), Bel Pesce usou seu Facebook para informar que está reunindo as informações para comprovar tudo o que afirmou no passado e esclarecer pontos que ficaram abertos no decorrer dos últimos anos. Confira abaixo o texto dela na íntegra:

.......

O que você acha dessa história toda?