Em meados de julho, quase tudo o que se ouvia era sobre Pokémon GO. O game bateu inúmero recordes, como o jogo com mais downloads na semana de lançamento, o app a atingir 50 milhões de instalações mais rápido na Google Play e muitas outras conquistas históricas. Agora, o título da Niantic agregou mais um troféu ao hall dos campeões: o utilitário que atingiu US$ 500 milhões (R$ 1,65 bilhão) de receita mais rápido.

De acordo com o site App Annie, Pokémon GO conquistou esse número recentemente com o dinheiro coletado do mundo inteiro, tanto na plataforma Android quanto na iOS. É esperado que esse valor dobre até o fim do ano, atingindo US$ 1 bilhão (R$ 3,3 bilhões) de receita. O mais incrível é que o valor atual foi alcançado em apenas 60 dias.

Pokémon GO é um fenômeno

Números mais que impressionantes

Sem sombra de dúvidas, números são apenas números se não tiverem o contexto correto. Portanto, vamos pegar alguns outros games para comparar e mostrar a relevância desses dados. Candy Crush, um dos maiores sucessos do mundo mobile, demorou 200 dias para conquistar a mesma marca.

Já o famoso Clash of Clans e Puzzle & Dragons demoraram longos 400 dias para arrecadar US$ 500 milhões em receita. Você pode se perguntar: de onde vem todo esse dinheiro? Apenas de pessoas comprando pokébolas in-game? Não necessariamente.

Pokémon GO ainda retém muitos usuários

Apesar de grande parte da receita vir dos objetos comprados dentro do aplicativo, como Egg Incubators, Pokelures e Incenses, há mais do que isso na equação. A Niantic tem feito parcerias com algumas marcas para promover o app, ganhando patrocínio. No Japão, por exemplo, o McDonald’s se aliou à desenvolvedora e conseguiu transformar 3 mil restaurantes da franquia em ginásios Pokémon.

Embora tenha sido um caso isolado, provavelmente deve ter sido um acordo bem vantajoso para a Niantic, considerando o sucesso do game e a quantidade de pessoas que buscavam Pokéstops e ginásios. A ideia continuou e, neste mês, a empresa firmou outra parceria, mas dessa vez com SoftBank, transformando 3,7 mil lojas da companhia em Pokéstops.

Perdendo usuários, mas ainda se mantém no topo

Uma coisa não é mais novidade: o sucesso inicial de Pokémon GO foi uma coisa única e que, provavelmente, não veremos de novo em qualquer outro app. Contudo, o tempo passou e muitas pessoas têm enjoado do game, deixando-o de lado por uma série de motivos, como falta de variedade de criaturas, Pokéstops e ginásios escassos e muito mais.

Pokémon GO não "rouba" o tempo de outros apps mobile

Porém, você se engana se pensa que isso foi um grande golpe ao número de usuários da Niantic. Apesar de o volume ter diminuído, Pokémon GO ainda é um dos jogos com mais usuários ativos por muito tempo, ficando na frente até mesmo de Clash of Clans e Candy Crush.

Sem sombra de dúvidas, o game foi e, por mais que tenha esfriado um pouco, ainda é um dos fenômenos mais icônicos do mundo mobile. A desenvolvedora pretende lançar mais novidades, como o suporte ao Apple Watch, a chegada de pokémons lendários e mais algumas funções que não vimos. E você? Ainda está jogando Pokémon GO?

Cupons de desconto TecMundo: