Caçadores de monstros de bolso da cidade de Des Moines, em Washington (EUA), correm o risco de aposentar suas pokébolas. Isso porque, segundo informa o Seattle Times, a Câmara Municipal poderá “banir” o jogo Pokémon GO.

O motivo? Multidões de até 200 pessoas têm se aglomerado pelas ruas, causando alvoroço principalmente à noite devido ao consumo de bebidas alcoólicas e de cigarros. O barulho e o lixo gerados pelas caçadas também têm incomodado os moradores.

Ainda de acordo com o periódico, até mesmo soldados da Marinha já foram contratados para reforçar o policiamento das instalações públicas. A medida, porém, não tem sido capaz de gerar os efeitos desejados, pois os cidadãos e comerciantes locais parecem ainda estar sendo prejudicados.

O comércio local estaria sendo prejudicado devido aos alvoroços causados pelos caçadores

Apesar de “promover atividades sociais” e “aproximar pessoas”, conforme reconhece a própria Câmara, o jogo tem prejudicado o cotidiano dos moradores, uma vez que atividades como congestionamentos, aglomerações e também o estacionamento de carros em áreas ilegais para a captura dos monstrinhos têm sido realizadas por quem sai à caçada.

O jogo vai realmente ser banido?

O voto do Conselho Municipal de Des Moines foi unânime: o mapa de Pokémon GO que abarca a cidade deve ser “removido” do jogo. Um pedido formal foi enviado aos desenvolvedores do game, mas ainda não houve resposta por parte da Niantic.

Vale lembrar que esta não é a primeira cidade a pedir o banimento de Pokémon GO: um vilarejo francês e os países Irã e Vietnã também já expressaram preocupações relacionadas à segurança pública e solicitaram a interrupção de acesso ao jogo.

Cupons de desconto TecMundo: