Pelo visto, a febre Pokémon GO já está baixando – ao menos é nisso que acreditam os analistas de empresas como a Sensor Tower, Apptopia e Survey Monkey, que relatam uma diminuição no interesse do público pelo jogo protagonizado por Pikachu, Charizard, Snorlax e companhia.

O gráfico que está na sequência, por exemplo, permite visualizar uma queda na diminuição de usuários entre o dia do lançamento do jogo e a última terça-feira (16). Em meados de julho, o game desenvolvido pela Niantic havia ultrapassado a marca de 40 milhões de usuários ativos diários, mas atualmente já está mais próximo da casa de 30 milhões.

Número de jogadores ativos diariamente em Pokémon GO

Os dados levantados pelas empresas também mostram uma alteração no tempo gasto pelos usuários com o game. No momento, cerca de 60% do período em que os celulares estão ligados é destinado a Pokémon GO, e é possível mencionar ainda que um número inferior de downloads tem sido feito nos últimos tempos.

Tempo investido pelo usuário no jogo das criaturas de bolso

Com isso, fica a preocupação com o futuro dos jogos de realidade aumentada, pois o gráfico abaixo mostra que o interesse do púbico sobre o assunto também já teve o seu período de pico, mas agora está praticamente voltando ao estágio em que estava antes.

Os jogos de realidade aumentada estão realmente em perigo?

Será que é verdade?

A Niantic ainda não falou abertamente sobre os números referentes a Pokémon GO, mas há controvérsias nos dados levantados pelas empresas mencionadas. Um exemplo claro disso foi o lançamento do jogo em Taiwan, onde pudemos ver, em algumas imagens, diversas pessoas nas ruas em busca dos seus pokémons favoritos.

Exemplo de como ficou uma das ruas de Taiwan após o lançamento de Pokémon GO

Além disso, há uma chance de que o game acabe passando por períodos como os vistos em títulos online como World of Warcraft: sempre que uma nova atualização é lançada, diversos jogadores voltam a reativar suas contas por um tempo, o que ajuda a aumentar a população exsitente no mundo do jogo.

E você, o que acha de tudo isso? A febre Pokémon GO realmente está passando ou você ainda acha que há muitas pokébolas para serem arremessadas? Compartilhe a sua opinião no espaço destinado aos comentários.

Cupons de desconto TecMundo: