No último final de semana, uma caçada Pokémon acabou resultando em morte em Manaus, capital do Amazonas. Três pessoas foram presas suspeitas de envolvimento no assassinato de Maria Raimunda Ferreira Pereira, de 47 anos, atingida por dois tiros durante uma festa no bairro Mauazinho.

O trio, composto por um policial militar, um agente das Forças Armadas e um estudante, tiveram seus celulares roubados enquanto jogavam Pokémon GO. Na noite de sexta-feira (5), eles decidiram ir atrás dos assaltantes, que estavam na festa em que Maria foi assassinada.

Chegando ao local, dispararam três vezes contra as pessoas que estavam presentes, atingindo a vítima com dois tiros. Os três foram detidos ainda na madrugada de sábado e prestaram depoimento no 9º Distrito Integrado da Polícia. O crime foi registrado como homicídio doloso (em que se tem a intenção de matar) e homicídio qualificado.

De acordo com os suspeitos, os celulares foram roubados por dois rapazes que estavam presentes naquela festa. Depois dos depoimentos, o Tribunal de Justiça decidiu soltar o trio porque os envolvidos não respondem a outras ações ou inquéritos policiais, além de possuírem residência fixa e emprego.

Cupons de desconto TecMundo: