Pokémon GO chegou recentemente ao Brasil e muitos usuários ficaram "chateados" ao notar que existiam jogadores que estavam roubando ao utilizar ferramentas de Fake GPS. Enquanto existe a possibilidade de reportar esses cheaters, a resposta da Niantic pode ser um pouco lenta. Então, o Twitch acabou de anunciar que vai entrar nessa briga.

Em declaração, a plataforma de streaming comentou que usuários que utilizam cheats para jogar Pokémon GO violam os Termos de Serviço da companhia — além dos termos das próprias empresas desenvolvedoras.

"Usar software modificado ou não oficial; jogar com contas múltiplas, compartilhar contas, usar ferramentas ou técnicas para alterar ou falsificar a sua localização, vender/trocar contas", são alguns dos pontos citados pelo Twitch que violam os Termos de Serviço.

Streamers receberão strikes se roubarem

Isso significa que qualquer streamer que utilizar essas "técnicas" durante alguma transmissão receberá um "strike". Ou seja, serão incapazes de continuar transmitindo dentro da plataforma.

Não são poucos: desde o lançamento de Pokémon GO, muitos streamers jogam o game via PC. Para isso, são necessários softwares que utilizam GPS falso, além de outros programas que simulam a interface e um sistema de smartphone.

Se você joga Pokémon GO e usa algum Fake GPS, talvez seja a hora de rever os seus conceitos.

Cupons de desconto TecMundo: