De todas as mecânicas trazidas por Pokémon GO, uma das mais importantes é o sistema de “pegadas”, que permite a você saber se um monstrinho está próximo ou não. O mecanismo consiste em mostrar um símbolo com uma, duas ou três pegadas, de acordo com sua distância do Pokémon, para que você saiba para onde seguir e, quando estiver perto o suficiente, achar a criatura.

Embora a ideia seja bastante interessante, muitos não conseguiram deixar de se perguntar: a que distância equivale cada uma dessas marcas? O canal de YouTube Trainer Tips resolveu ir para as ruas descobrir isso da maneira mais simples – medindo manualmente a distância de cada marca.

Basicamente, para fazer isso, o youtuber marcou o ponto onde o Pokémon era encontrado dentro de Pokémon GO e então se afastou em linha reta até que as marcas de pegadas desaparecessem por completo. Com isso, restou a ele apenas voltar até o monstrinho, marcando o ponto em que cada pegada surgia, e medir a distância entre cada ponto (repetindo o teste algumas vezes, é claro, para ter uma média mais precisa).

Os resultados disso tudo foram bastante interessantes. Depois de fazer os testes com um Ekans, um Pidgey e um Eevee, os números indicaram as seguintes marcas, aproximadamente:

  • Uma pegada: 40 metros;
  • Duas pegadas: 60 metros;
  • Três pegadas: 90 metros.

E a direção?

Isso tudo obviamente não acaba com todos os seus problemas, já que saber o quão perto um monstrinho está não diz para que direção você deve seguir para encontrá-lo. Mas é aí que entra uma dica bastante interessante dada pelo pessoal do canal Nerdist. Segundo eles, um membro do Reddit teria encontrado uma solução bastante inteligente para achar a direção correta para onde seguir, usando apenas um pouco de matemática.

A ideia aqui é surpreendentemente simples. Caso, ao seguir para o caminho que acha correto, o número de pegadas aumentar, no lugar de diminuir, basta dar meia volta e andar até a metade do caminho desde que você entrou naquela área, depois virar 90° para o lado que achar mais provável de onde o monstrinho se encontra.

Como o vídeo mostra bem, com alguma sorte, você vai seguir diretamente para o centro dos “círculos” de aproximação do Pokémon e encontrá-lo com um mínimo de problema.

Pois bem, parece que, com isso tudo, você vai conseguir saber com facilidade como achar um Pokémon – bem como o quão longe ele está e se vale a pena ir atrás do monstrinho. Uma pena que ainda não temos como colocar todo esse conhecimento em prática, já que, diferente dos sortudos nipônicos, nós ainda não temos previsão de ver Pokémon GO chegando em território brasileiro.

Via TecMundo Games.

Cupons de desconto TecMundo: