Se você está em busca de um novo relacionamento amoroso, mas não pode se dar ao luxo disso para poder caçar mais monstrinhos de bolso, saiba que temos boas notícias. Uma empresa está lançando uma nova rede social feita exatamente para ajudá-lo a encontrar sua “Misty” (ou seu “Ash”, segundo eles) com a ajuda de Pokémon Go.

Com o nome de PokéDates, a rede é um serviço de encontros entre casais – no lugar de um jantar romântico, porém, você e seu parceiro em potencial têm a chance de sair por aí em um passeio para caçar monstrinhos. A ideia aqui é simples: você se cadastra no site e diz o que busca em uma pessoa e os horários em que está livre para caçar pokémons.

Depois disso, o PokéDates encontra possíveis parceiros e marca um local de encontro; sempre próximo de um PokéStop ou um ginásio, é claro. O resto fica para o casal. Se tudo der errado, é só tentar de novo; é bom avisar, entretanto, que a primeira tentativa de encontro é grátis, sendo que cada nova tentativa custa salgados 20 dólares (R$ 65).

Não sei o que é melhor: o slogan de “Encontre o Ash ou a Misty dos seus sonhos” ou o aviso de que isso não é uma brincadeira.

O serviço, vale notar, é uma criação de outro serviço de encontros, chamado Project Fixup. A rede tem como principal destaque o fato de não utilizar algoritmos para unir pares; no lugar disso, os funcionários escolhem a dedo os casais que acham mais apropriados. Segundo o site The Verge, isso também deve ocorrer com Pokémon Go.

“Buscar, arrastar e trocar mensagens começa divertido e animado e vira uma enorme perda de tempo”, disse Dank Korenevsky, um dos figurões do Project Fixup. “PokéDates e Project Fixup dão às pessoas seu tempo de volta e tornam um encontro online em um encontro offline”, continuou.

Tudo isso, por fim, gera a grande dúvida: será que isso vai ser suficiente para juntar os fãs de Pokémon Go? Considerando o número de pessoas que se distraíram por completo dos arredores jogando o app, ao ponto de sofrer todo o tipo de acidentes, as chances não são tão animadoras. Mas teremos que esperar PokéDates ser lançado – o que deve ocorrer ainda hoje (20) – para ver se ele será capaz de resolver esse problema. Infelizmente, o serviço só estará disponível nos EUA, de início.

Cupons de desconto TecMundo: