Cheaters existem em todos os jogos. Em games que exigem trabalho físico? Aos montes. Se você já jogou, por exemplo, Ingress — que é o game "base" de Pokémon GO —, sabe que existem milhares de "gamers" que alteram a própria localização GPS para dominar portais em todo o mundo. Agora, diversos usuários do jogo da Nintendo estão utilizando aplicativos que simulam localizações GPS diferentes para capturar pokémons.

A boa notícia é que as desenvolvedoras Niantic e Nintendo estão sabendo disso, e também já estão banindo os usuários trapaceiros. De acordo com o Polygon, assim que é notado uma atividade irregular na conta, como a alteração de GPS, o usuário não consegue mais capturar pokémons, coletar recursos em PokeStops e reivindicar/batalhar em ginásios.

Infelizmente, o ato de banir "cheaters" não é permanente, segundo os relatos. As desenvolvedores bloqueiam o acesso Pokémon GO por apenas algumas horas — o relato também indica que a Niantic ainda está resolvendo esta questão, avaliando qual seria a melhor maneira de lidar com trapaceiros.

Trapaceiros estão usando "fake GPS"

Mesmo que você seja banido por algumas horas, será que a possibilidade de utilizar aplicativos que mudam a sua localização GPS não estraga a experiência do game? Por isso, pense duas vezes e vá se divertir sem atrapalhar o jogo de seus companheiros.

Cupons de desconto TecMundo: