Você pode estar pensando: “caramba, o TecMundo não para de publicar sobre Pokémon…”, mas o caso é que não param de aparecer coisas loucas sobre o novo game pela web, e a gente precisa compartilhar nossa ansiedade com você. Portanto, a mais nova bizarrice a respeito de Pokémon Go é o relato de Tom Currie, um neozelandês que abandonou seu emprego para se divertir com o jogo.

Ele tem 24 anos e preferiu jogar Pokémon Go em período integral em vez de trabalhar e ganhar a vida. Para tal, o cara já comprou uma série de passagens de ônibus para viajar toda a Nova Zelândia em busca de pokémons legais.

Currie disse já ter mais de 700 pokémons, incluindo o raro Vaporeon. Contudo, o grande objetivo dele é pegar um Mewtwo, naturalmente. Ele ainda explicou que esse também é o objetivo de vários outros jogadores, algo tido como “o fim do game” por muita gente. Será?

Vaporeon

De qualquer forma, não há notícia de que alguém já tenha “fechado” Pokémon Go, e não sabemos nem se isso é possível de qualquer forma. Por enquanto, entretanto, só nos resta esperar o game chegar ao Brasil, o que pode demorar um bocado, dada a absolutamente lenta expansão global do título.

“Eu comprei passagens de ônibus até Invercargill e depois de volta para Cabo Reinga. Então eu espero que possa pegar alguns pokémons incríveis no caminho. O jogo rastreia a distância que eu percorri a pé, e eu já caminhei cerca de 50 km até agora. Isso é com o game de fato rodando, andando por aí bem devagar”, disse Currie ao Übergizmo.

Cupons de desconto TecMundo: