A segunda geração de monstrinhos adicionada na noite desta quinta-feira (16) em Pokémon GO trouxe novidades também para a primeira leva de criaturas. Isso porque vários dos 151 iniciais também ganharam evoluções nessa nova "leva", permitindo que você aumente o seu catálogo de criaturas sem precisar fazer novas capturas.

Fazer o processo no jogo da Niantic é parecido com o que acontece no jogo original: evoluir certos Pokémon exige o uso de um item em vez de subir de nível. Só que, em Pokémon GO, você deve ter tanto objetos especiais quanto os Candies relativos a cada criatura.

Assim, você precisa dos seguintes itens para evoluir Pokémon:

  • Dragon Scale: Seadra para Kingdra (+ 100 candies)
  • King's Rock: Poliwhirl para Politoad (+100 candies) e Slowpoke para Slowking (+50 candies)
  • Metal Coat: Onix para Steelix (+50 candies) e Scyther para Scizor (+50 candies)
  • Sun Stone: Gloom para Bellossom (+100 candies) e Sunkern para Sunflora (+50 candies)
  • Upgrade: Porygon para Porygon2 (+50 candies)

Como conseguir cada um?

Até agora, só existe uma maneira de obter as pedras e os artefatos acima: com pura sorte. Isso porque é preciso girar as PokéStops e torcer para que elas façam parte dos objetos recolhidos — assim como PokéBolas, Berries e Poções. Só que eles são bastante raros, com uma chance parecida com a de obter os raros ovos que chocam após você andar 10 km. Por enquanto, eles não estão disponíveis para compra na loja do game, mas não estranhe se a Niantic inserir as pedras e cobrar altas quantias.

Vale lembrar que, além dos itens, você precisa de certa quantidade de Candies relativos ao Pokémon — e quem os economizou na primeira geração já esperando as atualizações terá muito mais facilidades na hora de completar o catálogo da segunda.

Você também já pode evoluir o seu Eevee para Espeon ou Umbreon. Clique aqui e descubra como fazer isso.

Cupons de desconto TecMundo: