(Fonte da imagem: Divulgação/Sony)

Há exatamente cinco anos atrás, no dia 17 de novembro de 2006, o sucessor do bem sucedido PlayStation 2 começou a ser comercializado no nos EUA, quase uma semana depois do lançamento japonês. Hoje, o aniversariante PlayStation 3 tem uma posição bem consolidada como uma das principais plataformas no ranking, com números muitos próximos dos seu principal concorrente, o Xbox 360. Mas nem sempre foi assim.

O console de sétima geração da Sony passou por muitas dificuldades no início da sua vida e teve de lutar para sequer começar trazer algum lucro para empresa. O seu processador Cell de oito núcleos, a capacidade de ler discos Blu-ray e os gráficos Full-HD estavam muito a frente de sua época, mas também tornavam PlayStation 3 um produto caro demais.

A própria Sony chegou a brincar dizendo que os gamers teriam de manter dois empregos para conseguir pagar os US$ 599,00 cobrados pelo PS3 no momento do seu lançamento. Além disso, a ausência das funcionalidades de vibração e a falta de títulos que usavam o poder real da máquina faziam o PlayStation 3 ter poucas chances frente à flexibilidade do Xbox 360 e menos ainda à inovação de baixo custo do Nintendo Wii.

A gigante japonesa teve de fazer mudanças drásticas para rentabilizar o console: a função rumble foi adicionada e muitas conexões foram removidas junto com a retro compatibilidade com o PS2, fazendo os custos baixarem. O maior suporte da Sony aos desenvolvedores também deixou a programação mais viável e, finalmente, PS3 começou a ser lucrativo.

Com as vendas do Wii caindo cada vez mais, a briga entre o Xbox 360 e PS3 ainda não tem vencedor certo. Ambos dividem um número parecido para os títulos multiplataforma e os dois têm franquias exclusivas bem consolidadas. Apesar dos muitos rumores de um possível PS4 à caminho, é bem provável que o console ainda continue conquistando fãs por alguns anos.

Via Baixaki Jogos

Cupons de desconto TecMundo: