(Fonte da imagem: Divulgação Apple / Playboy)

Se você corre às bancas todos os meses para adquirir a mais recente edição da Playboy e acompanhar as fotos e os textos, uma boa notícia: agora é possível acessar todo o conteúdo da revista sem sair de casa. O serviço iPlayboy entrou em funcionamento ontem, com possibilidade de visualização de todo o conteúdo das edições norte-americanas.

A divulgação estava acontecendo há meses pelo Twitter de Hugh Hefner, criador e editor-chefe da publicação, que havia prometido o lançamento do iPlayboy para maio. Qualquer usuário de iPad poderá acessar o conteúdo mediante o pagamente de oito dólares mensais e uma conexão com a internet. Por enquanto, apenas as revistas publicadas dos Estados Unidos podem ser lidas.

O ponto principal do produto é o método utilizado por Hefner para driblar a forte censura da Apple: o serviço não faz parte da App Store, a loja de aplicativos que condensa os programas lançados para aparelhos da empresa.

Trata-se de um plano de assinatura alternativo, fazendo com que a companhia não tenha controle sobre o conteúdo que pode ser transmitido, como os ensaios fotográficos envolvendo nudez, por exemplo.

Cupons de desconto TecMundo: