Uma das principais características das placas-mães da ASUS é o fato de elas “ignorarem” as especificações LGA da Intel, introduzindo revisões próprias ao processo de fabricação. O mesmo sistema deve se manter na linha Z170, cujos detalhes foram revelados através de um vazamento divulgado no último fim de semana pela internet.

O padrão LGA (Land Grind Array) 1151 adotado pela Intel tem como principal característica a adoção de 1.151 pinos, algo que a ASUS não segue — de fato, a empresa vai adotar uma quantidade adicional de conexões. Segundo a fabricante, tal decisão tem como objetivo oferecer um melhor gerenciamento de energia e uma maior liberdade na hora de fazer overclocks.

Inicialmente, a ASUS planeja revelar os seguintes modelos com o novo chipset:

  • ASUS (Z170) Maximus VIII Ranger
  • ASUS (Z170) Maximus VIII Hero
  • ASUS (Z170) Maximus VIII Gene
  • ASUS (Z170) Maximus VIII Extreme
  • ASUS Z170 Deluxe
  • ASUS Z170-K
  • ASUS Z170-A
  • ASUS Z170 Pro (Cancelado)
  • ASUS Z170 Pro Gaming

A companhia também pretende lançar variantes “AR” (Alpine Ridge) dos modelos Delux e A, o que parece ser um codinome para a nova geração de controladores thunderbolt feitos para os processadores Skylake da Intel.  A novidade vai dobrar a banda da interface, que vai passar a trabalhar com a velocidade de 40 GB/s ao mesmo tempo em que reduz em 50% seu consumo de energia.

Além disso, a solução Alpine Ridge é uma solução multipropósito que trabalha com os padrões HDMI 2.0, USB 3.0 e DP 1.2, oferecendo até 100 W de carga. A nova série de placas-mães da ASUS deve ser lançada oficialmente no dia 30 de agosto, pouco após o lançamento da plataforma Z170 da Intel (o que deve acontecer no dia 5 do mesmo mês).

Cupons de desconto TecMundo: