(Fonte da imagem: Tecmundo)

Imagine a seguinte situação: você muda o computador de lugar e desliga os cabos dele para evitar problemas. Na hora de ligá-lo, percebe uma infinidade de entradas e cabos. Pela lógica, você consegue conectar todos eles, mas ainda sobram entradas que você não faz ideia para que servem.

Em tempos que muitos têm computador, são poucos os que realmente dominam todos os aspectos da máquina. Algumas vezes, elementos que podem ser considerados simples por alguns podem parecer um bicho de sete cabeças para outros. Pensando nisso, nós resolvemos desvendar um dos mistérios que atormentam muitas pessoas: para que servem todas aquelas entradas da placa-mãe, localizadas na parte traseira do computador?

Como um PC não é exatamente igual ao outro, falaremos sobre algumas entradas encontradas em máquinas mais novas, além de outras vistas em alguns computadores antigos que continuam funcionando como verdadeiros guerreiros por aí.

1) LAN (conector de rede)

É usada por cabos de rede para conectar o computador à internet. É importante não confundir essa entrada com a do Fax Modem, que é menor.

(Fonte da imagem: Reprodução/Morehouse College)

2) USB

Usadas por diversos aparelhos, as entradas USB tem modelos diferentes, que apresentam variações de velocidade (vide USB 2.0 e USB 3.0).

(Fonte da imagem: Divulgação/Gigabyte)

3) VGA (D-Sub)

Conector mais comum para monitores e projetores.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia)

4) DVI

Usada por monitores, realiza a transmissão digital de imagem, melhor que a exibida através do conector VGA.

(Fonte da imagem: Reprodução/Things Finder)

5) HDMI

Usada para transmissão de imagem e áudio em alta definição.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia)

6) S/PDIF

Enquanto o HDMI envia imagem e áudio digitais, o conector S/PDIF transmite apenas áudio de alta qualidade, através de cabos TOSLINK. É encontrado em dois modelos: óptico e coaxial.

(Fonte da imagem: Divulgação/Gigabyte)

7) eSATA

Abreviação de “External SATA”. É uma maneira de conectar HDs SATA sem precisar instalá-los dentro do seu gabinete. Tem vantagem em cima dos discos rígidos externos conectados via USB por ter uma taxa de transmissão de dados bem maior (até 300 MB/s em comparação aos 60 MB/s da conexão USB).

(Fonte da imagem: Divulgação/Gigabyte)

8) JACK DE ÁUDIO (três conectores e 5.1)

São as saídas de áudio do computador. As configurações mais comuns são as com três conectores e as com seis. As cores de cada conector têm funções diferentes: verde (caixas frontais/fone), azul (entrada de linha), rosa (microfone), laranja (subwoofer e central) e cinza (caixas laterais).

(Fonte da imagem: Divulgação/Gigabyte)

9) PS/2

Usada para periféricos como teclados e mouses. É identificado pelas cores verde (mouse) e roxa (teclado). Em algumas placas-mãe, são encontrados conectores híbridos que podem ser usados tanto por teclados quanto por mouses. Existem adaptadores com entrada USB para conectores PS/2.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia)

10) PORTA SERIAL

Utilizada para conectar diversos equipamentos como mouses, scanners, entre outros. Entrou em desuso devido ao surgimento de alternativas melhores (como o USB).

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia)

11) PORTA PARALELA

Assim como o conector serial, era utilizada para conexão de equipamentos como impressoras e scanners, mas entrou em desuso com o surgimento de tecnologias melhores.

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia)

12) GAME PORT

Comumente utilizado para conectar joysticks em computadores antigos.

(Fonte da imagem: Reprodução/Gamemedia)

13) FIREWIRE

Tecnologia criada pela Apple para entrada e saída de dados em alta velocidade. É comumente encontrada em computadores da empresa da Maçã e câmeras da JVC, Panasonic, Canon e Sony.

(Fonte da imagem: Divulgação/Gigabyte)

Cupons de desconto TecMundo: