rovavelmente todo jogador já deve ter ouvido esse termo em algum lugar. Frames per Second, termo normalmente conhecido por FPS, significa Quadros por Segundo, e se refere à quantidade de vezes que o computador do usuário envia, no intervalo de um segundo, um “quadro” para a tela do monitor, ou seja, quantas vezes a imagem atual de um jogo é representada para o jogador.

Filmes são, na verdade, uma sucessão de dezenas de “fotografias” a cada segundo, que são interpretadas pelo cérebro humano como algo contínuo, criando a ilusão de movimento. Um jogo não é diferente: a representação de cenas é feita da mesma forma, através de diversos processos sucessivos de exibição, que ocorrem diversas vezes por segundo. O número de vezes que estes processos ocorrem depende do hardware do usuário, e sua capacidade de realizar este tipo de tarefa com agilidade e velocidade.

Este fator subjetivo é o que torna a contagem de FPS um tópico tão quente na comunidade de jogadores e entusiastas ao redor do mundo: há uma competição nada sutil entre jogadores, sobre quem consegue ajustar e equipar seu PC de modo que um determinado jogo – normalmente os lançamentos mais modernos – rode a uma quantidade de quadros por segundo mais alta.

Porém, esse tipo de competição não quer dizer muita coisa. O padrão de exibição internacional para filmes é de 25 quadros por segundo. Uma boa parte dos games disponíveis hoje tem um limite de 30 quadros por segundo. Alguns prezam por movimentos mais fluidos e rápidos e limitam a exibição a 60 quadros por segundo. Outros não têm limitações nesse sentido. A falta de sentido nesta competição de performance se deve ao fato de que o cérebro humano tem dificuldade para perceber a diferença entre 70 quadros por segundo e 100 quadros por segundo, por exemplo. Veja abaixo uma comparação simultânea entre 100 e 300 FPS, e tente notar a diferença!

 

 

Além disso, a taxa de atualização dos monitores também limita a percepção de FPS. Uma boa parte dos monitores disponíveis no mercado hoje em dia trabalha a 60Hz, atualizando o que é exibido na tela 60 vezes por segundo. Isto quer dizer que, mesmo que um jogo esteja sendo processado centenas de vezes, apenas 60 serão enviadas para o jogador. Esses limites físicos descartam a obsessão de alguns jogadores com quadros por segundo. O que realmente importa é o conforto de cada um.

Caso você tenha curiosidade sobre o assunto e queira avaliar a performance de seus games favoritos, pode utilizar o programa FRAPS, disponível aqui no Baixaki. Ele mostra na tela para o usuário a taxa de quadros por segundo do jogo em execução, e é uma ferramenta bastante útil para verificar as capacidades do hardware.

Cupons de desconto TecMundo: