Sempre que você formata seu computador ou, muitas vezes, quando você compra um PC novo, os drivers instalados pelo sistema operacional não dão conta de executar todas as tarefas suportadas pelos dispositivos. Assim é também com as placas de vídeo. Não adianta você comprar uma super máquina, com capacidade para processar os jogos e aplicativos mais avançados, se o driver instalado não está programado para todo esse poder.

Drivers?

Antes de qualquer coisa, vale explicar o que exatamente são os “drivers” e o que eles fazem. O significado do termo “driver” é auto-explicativo em inglês. A tradução literal para o português seria “motorista”, o que também nos diz muito a respeito do significado da palavra. Drivers nada mais são do que softwares que “dirigem” os dispositivos do seu computador e tornam possível a comunicação uns com os outros e com o sistema operacional. Portanto, utilizar drivers que não foram feitos para determinado dispositivo fará com que ele não trabalhe corretamente ou até mesmo pare totalmente de funcionar.

Fuja do genérico

Drivers são as engrenagens virtuais do PC.Os chamados “drivers nativos” que geralmente vêm com o Windows costumam ser arquivos genéricos, que não possuem todas as instruções para o funcionamento perfeito do dispositivo. Isso se torna um problema quando se fala de placas de vídeo, e um grande problema em se tratando de placas 3D. Os drivers nativos costumam simplesmente parar de funcionar quando a placa executa operações muito pesadas, como jogos 3D, aplicativos de modelagem e softwares de tratamento de imagem.

Você poderia se perguntar “por que então não são fornecidos os drivers corretos junto com o sistema operacional, em vez dos drivers genéricos?”. Existem várias respostas possíveis para essa pergunta. Uma delas seria o simples fato de que é inviável incluir todos os drivers de todas as marcas em um só disco de instalação. Simplesmente não há espaço para tudo isso. Outra possibilidade seria que não há como os desenvolvedores de sistemas operacionais saberem da existência de todos os dispositivos. Desta forma, são programados drivers genéricos, que servem para a maioria dos dispositivos e executam as funções básicas daquilo que está instalado no seu computador.

Placas com menos funções, como as de som, não são tão afetadas pela falta do driver original do fabricante, mas placas de vídeo são itens de hardware muito diferentes entre si e precisam de softwares especificamente desenvolvidos para elas. Cada placa de vídeo, mesmo sendo de um mesmo fabricante, pode ter pequenas funções adicionais em relação a modelos aparentemente idênticos. Assim, a melhor coisa a fazer quando se está usando um driver genérico para a placa de vídeo é procurar no site do fabricante pelos drivers atualizados da que está instalada no seu PC.

A busca pelo arquivo correto

Plava de vídeo 3D da nVidiaEncontrar o driver correto para a placa de vídeo instalada no seu computador costumava ser uma tarefa muito parecida com um garimpo. Precisávamos descobrir o modelo da placa (o que nem sempre era fácil), depois encontrá-la no site do fabricante e por fim decifrar a diferença entre placas com nomes semelhantes à sua. Tudo isso para, depois do download, descobrir que o driver tinha sido desenvolvido para sistemas operacionais com linguagem diferente da sua, o que tornava impossível a utilização do arquivo e fazia você perder muito tempo.

Hoje, com o advento das placas 3D, chegamos a um estágio em que não é necessário tanto trabalho braçal para encontrar o driver correto, pois esse tipo de dispositivo está mais do que consagrado e sua disponibilidade é ampla. O Windows Vista, que como todo sistema operacional, não é perfeito, costuma reconhecer todos os itens de hardware mais novos do mercado. Porém, em se tratando de placa de vídeo, é melhor que você faça o download dos drivers do fabricante para nunca ter problemas. Um bom conselho é periodicamente entrar no site da sua placa de vídeo para verificar se há uma atualização de drivers para ela.

O fato mais irônico em relação ao Windows Vista é que, mesmo utilizando um driver fornecido por ele para a sua placa de vídeo, muitas vezes você não consegue aproveitar nem os recursos que o próprio Windows oferece, como as transparências e efeitos do Windows Aero, que em algumas placas de vídeo, só funcionam se você instalar o driver atualizado do fabricante.

Descobrindo quem é quem

A seguir mostraremos como fazer para descobrir o modelo da sua placa de vídeo e como fazer para atualizar os drivers. Porém, entraremos em áreas sensíveis do sistema, por isso tome cuidado, pois qualquer alteração incorreta poderá fazer com que seu sistema fique instável ou pare de funcionar. Se isso acontecer, procure uma assistência, pois eles resolverão facilmente o problema.

O primeiro passo para atualizar os drivers da sua placa de vídeo é descobrir o modelo correto dela. Vale lembrar que, se você comprou sua placa de vídeo separadamente, poderá encontrar o modelo correto na caixa do produto. As placas de vídeo costumam vir com especificações detalhadas em alguma área da caixa. Outro detalhe é que nem sempre é recomendável instalar os drivers que vêm nos discos de instalação que acompanham o produto, pois eles já podem estar desatualizados. Mesmo se você acabou de comprar sua placa de vídeo, procure o site do fabricante para ver se não existe software atualizado para ela.

Se você não sabe qual é o modelo da sua placa de vídeo, poderá tentar descobrir através do gerenciador de dispositivos do Windows. Lembre-se de que este procedimento só vale se você já instalou pelo menos o driver genérico para a placa. Se o Windows não reconheceu o modelo da placa, você não terá como descobrir o modelo dela sem utilizar um software adicional. Para acessar o gerenciador de dispositivos siga os seguintes passos:

1. Abra o painel de controle e clique em “Hardware e Sons” (caso você utilize a exibição clássica, clique no ícone “Sistema”).

Visualização do painel de controle

2. Localize e abra o item “Gerenciador de dispositivos” (se você clicou em “Sistema” no passo anterior, o primeiro item da área esquerda da janela será o Gerenciador de Dispositivos, clique nele). Se você não desativou o Controle de Conta do Windows, será necessário clicar no botão “Continuar”, na janela de confirmação.

Abrindo o gerenciador de dispositivos

 

3. Você verá uma lista das categorias de dispositivos presentes no seu computador. Clique no sinal de adição (“+”) que fica ao lado do item “Adaptadores de Vídeo” e anote o nome que aparece. Esse é o nome da sua placa de vídeo. Agora é só entrar no site do fabricante e procurar os drivers mais atuais para ela.

Localizando o nome da sua placa de vídeo

Placas onboard

Se você tem um computador com uma placa de vídeo “onboard” — como na imagem do exemplo —, não é recomendável que proceda como explicado acima, pois os fabricantes desse tipo de dispositivo costumam fornecer os drivers do “chipset” todos juntos. Se for o seu caso, faça o download de alguma das ferramentas de diagnóstico mencionadas abaixo e procure o item “chipset”. De posse do modelo correto, procure os drivers para ele no site do fabricante. O próprio Gerenciador de Dispositivos do Windows costuma mostrar as informações de modelo do chipset no item “Dispositivos de Sistema”. Porém, dependendo do modelo ou do fabricante, não haverá essa informação.

Chipset da nVidia sem informações de modelo

Alguns fabricantes de placas-mãe, placas de vídeo e chipsets simplesmente não informam o modelo de seus dispositivos, através do Windows. Porém, geralmente estes fabricantes solicitam que você faça o download do programa deles, que detecta o modelo das suas placas e já instala os drivers corretos para elas. Um exemplo é a nVidia, pois alguns “chipsets” desta marca não têm o modelo informado no gerenciador de dispositivos.

Computadores “de marca”

Os computadores montados por lojas eram maioria absoluta há alguns anos, mas as empresas fabricantes de PCs estão cada vez mais presentes nas residências brasileiras. Isso facilita muito na hora de encontrar os drivers de todos os dispositivos instalados, pois o site da marca do seu PC sempre terá, no mínimo, as especificações detalhadas de tudo que é instalado em cada modelo de computador. Assim, você consegue achar tudo que precisa sem dificuldade.

Ferramentas de diagnóstico

Existem vários programas que se propõem a identificar o hardware presente no seu PC. Eles são muito úteis quando você não estiver conseguindo encontrar o driver da sua placa de vídeo por não saber qual o modelo correto. Clique aqui para ir para a categoria deste tipo de programa no Baixaki, ou veja no final da página deste artigo alguns dos melhores programas disponíveis para download.

Cupons de desconto TecMundo: