O notebook M17x da Alienware com processador Intel da arquitetura Sandy Bridge

Fonte da imagem: Chip Hell

Considerada pela Intel como o novo paradigma da informática, a arquitetura Sandy Bridge já foi comparada – em termos de impacto – com a plataforma Pentium, que marcou época durante a transição do Windows 3.1 ao Windows 95. Apesar dos primeiros equipamentos com os novos chips ainda não terem sido anunciados, alguns protótipos vazaram e já mostram o poder da arquitetura que combina vídeo e processamento.

Em testes de desempenho, as várias configurações do Alienware M17x – notebook ainda não divulgado pela empresa, conhecida pelas máquinas poderosas voltadas ao público gamer – impressionam.

Para as avaliações, foi utilizada a ferramenta de benchmark 3DMark06, e todos os modelos obtiveram médias altas de desempenho. O processador de 2.2 GHz i7-2720QM com uma AMD Radeon HD 6900 obteve 20.155 pontos, apresentando o melhor resultado entre todos os testes.

Já os modelos mais simples, como o 2 GHz i7-263QM0 usando os gráficos integrados da Intel, obtiveram resultados mais fracos, porém ainda assim dignos de nota. A configuração mencionada acima, por exemplo, atingiu 15.940 pontos no mesmo teste, contra os 16.957 pontos do 2.3 GHz i7-2820QM, acompanhado por uma placa gráfica GeForce GTX 460M.

Apesar de impressionantes, os resultados não podem ser considerados oficiais, já que alterações ainda podem acontecer nos equipamentos da Alienware. Até mesmo o destino dos processadores Sandy Bridge da Intel ainda não estão publicamente disponíveis, afinal.

Mesmo assim, a julgar pelo desempenho dos protótipos, parece que finalmente o vídeo integrado ao processador começa a se mostrar capaz de exibir jogos e vídeos com toda a qualidade esperada de computadores de última geração.

Cupons de desconto TecMundo: