(Fonte da imagem: It.cn)

Nada supera o PC quando o assunto é gráfico de games. Basta atualizar o hardware da máquina com certa frequência (e claro, ter muita grana para torrar) para obter imagens belíssimas dos mais recentes jogos lançados para a plataforma.

Como a maioria das pessoas sabem, o principal componente que garante ao computador a dianteira nesse quesito é a placa gráfica. Ela é fundamental para potencializar o desempenho de programas que trabalham com vídeos e imagens, games 3D com gráficos grandiosos e qualquer outro programa que abuse do processamento de vídeo.

É por isso que é comum a melhoria no design e performance das placas. Com programas e jogos mais poderosos, é quase um requisito turbinar os componentes gráficos de forma a melhorar o desempenho, atendendo a demanda exigida pelos novos produtos do mercado.

Características como durabilidade, resistência ao calor e potência são os principais pontos que as desenvolvedoras costumam focar na evolução de suas placas. Foi com isso em mente que a ASUS criou a tecnologia Super Alloy Power, com o objetivo de tornar placas de vídeo de primeira linha ainda mais fortes e mais rápidas.

Mas o que é essa tecnologia?

A nova tecnologia da ASUS utiliza uma liga especial para componentes que é altamente magnética, resistente ao calor e anticorrosiva e abrange três elementos: transistores MOSFET, capacitores e chokes. Ela proporciona uma operação bem mais estável e silenciosa em relação ao design-padrão.

Benefícios da SAP

A Super Alloy Power trouxe uma série de benefícios para as placas gráficas. Confira todos eles:

Silenciosa

(Fonte da imagem: ASUS)

Ao contrário dos chokes tradicionais, que geralmente são cases ocos que provocam zunidos enquanto a energia passa por eles, os chokes Super Alloy Power são preenchidos com essa liga metálica especial sob alta temperatura e pressão. Esse processo acaba gerando operações muito mais silenciosas.

2,5 vezes mais durável

De acordo com testes internos da própria ASUS, a tecnologia Super Alloy Power consegue prolongar em 2,5 vezes a vida útil da placa de vídeo. Em outras palavras, são 150 mil horas a mais do que os capacitores tradicionais.

Muito mais fria

Graças ao uso dos chokes preenchidos com liga metálica especial, as operações são realizadas a uma temperatura muito mais baixa. Dessa forma, a tecnologia promete reduzir a temperatura em 35°C.

Aumento de 15% na performance

Durante o overclocking, a “Super Hybrid Engine” age como um controlador inteligente, com o objetivo de alternar entre perfis de energia de alta e baixa intensidade em tempo real. Isso aumenta a performance em 15%.

Placas de vídeo com a tecnologia

Algumas placas disponíveis no mercado já contam com essa nova tecnologia da ASUS: é o caso da GeFOrce GTX 550 Ti, que usa módulo regulador de voltagem (VRM) de 4+1 fases, e da GeForce GTX 560 Ti, que tem VRM de 6+1 fases.

ASUS GTX  550 Ti(Fonte da imagem: ASUS)

Outro modelo é a GTX 660 DirectCU II TOP, que teve o DIGI + VRM aplicado com um design de seis fases e usa reguladores de voltagem digitais. Isso fez com que a placa ficasse 30% mais silenciosa e 15% mais eficiente no consumo de energia.

Cupons de desconto TecMundo: