A popularidade das plataformas ilegais de streaming é crescente, e a responsável por dar cada vez mais publicidade pirata a filmes e seriados de TV pode ser Hollywood. Ao menos é o que sugere uma carta enviada pelo Popcorn Time ao Torrent Freak. Facilidade de acesso ao conteúdo recém-saído das telonas e o preço praticado por serviços de streaming foram os aspectos criticados pelo “Netflix para Piratas”.

“Por que as pessoas na França iriam esperar dois anos para assistir a um filme que já está sendo transmitido nos EUA dado o fato de que os clientes de ambos os países pagam a mesma mensalidade?”, questionam os fundadores do site, que, além de permitir acesso via browsers, também pode ser consultado através de celulares, de graça.

Segundo o Popcorn Time, a biblioteca de filmes e seriados não deveria contar com restrições baseadas em região. “Talvez seja hora de considerar a vontade das pessoas e oferecer a elas um serviço útil – sem restrições quanto ao país de origem – em vez de forçá-las a... Bem, a assistir ao conteúdo que artistas e indústrias estão oferecendo [atualmente]”.

A carta critica também as deficiências que os conglomerados de mídia têm no sentido de realizar “transmissões na era moderna”. “Nós pensamos que é simples assim”, finalizam os porta-vozes do Popcorn Time. Enquanto um cenário propício para a massificação de opções legais de streaming não é criado, internautas terão de recorrer a alternativas para o consumo de filmes e seriados.

Você recorre a serviços ilegais para o consumo de filmes e seriados? Por quê? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: