A estreia iminente da nova temporada da série Game of Thrones parece ter acirrado o número de downloads ilegais relacionados a ela. Segundo o Hollywood Reporter, somente nos últimos três meses foram realizadas aproximadamente 7 milhões de transmissões não autorizadas de arquivos relacionados ao drama televisivo.

O número mostra que o interesse pela produção cresce a cada ano: em 2014, foram realizados 8 milhões de downloads ilegais em um período de 12 meses. Com isso, a série se mantém à frente no mercado “pirata” em relação a nomes como “The Walking Dead” (5,7 milhões de downloads), Breaking Bad (3,8 milhões), Vikings (3,4 milhões) e House of Cards (2,7 milhões).

O Brasil é o país que mais registra transferências ilegais da série, seguido pela França e pelos Estados Unidos. Para tentar combater a pirataria, a HBO está tomando iniciativas que incluem a transmissão simultânea da produção em 170 países — o que a emissora espera diminuir a tentação que muitas pessoas têm de apelar a torrents para não ter que esperar para descobrir o que acontece em seguida.

“Normalmente se diz que a pirataria é um bom marketing, mas conforme ela continua a aumentar, as empresas começam a tentar oferecer alternativas legais atrativas como a HBO Now para tentar converter os piratas em consumidores pagos”, afirma Rory O’Connor, da empresa de pesquisas Irdeto. “Nossos dados indicam que Game of Thrones continua sendo muito popular em países como o Brasil e França, nos quais um serviço como a HBO Now poderia ser uma boa forma de recuperar alguns lucros”.

Cupons de desconto TecMundo: