Cena do filme "A Árvore da Vida" (Fonte da imagem: Divulgação/Fox Searchlight)

O download ilegal do filme "A Árvore da Vida" rendeu à Paula (nome fictício), recifense que mora há um ano em Berlin, uma multa de aproximadamente R$ 3 mil na moeda local. Um mês após ter assistido ao longa-metragem, ela recebeu uma carta de um escritório de advocacia que representava a Fox Searchlight Pictures na qual a empresa exigia o valor para evitar a abertura de um processo.

O estúdio exige que a brasileira pague 400 euros de multa por ter recorrido à pirataria e mais 600 euros relacionados a custos dos advogados da empresa. Diante da situação, ela contratou um profissional para defendê-la e tentar reverter a situação. “Ele disse que 95% dos casos ficam por isso mesmo, pois não somos uma empresa que lucra com a pirataria e apenas um filme foi baixado. Mas não sabemos se vamos nos livrar da multa”, revelou ela à Folha de S. Paulo.

A carta enviada lista detalhes como o título do filme, o dia em que ele foi baixado e o número do IP da máquina de Paula. A fiscalização estrita é parte das políticas alemãs que permitem aos estúdios realizar o monitoramento de sites de downloads e torrents em busca de conteúdos que violem alguma espécie de direito autoral.

Cupons de desconto TecMundo: