(Fonte da imagem: Reprodução/We Make Money Not Art)

O filme baixado via torrent é uma obra artística em si, mas agora apenas fazer o download de um arquivo desses também já é peça de exposição. É isso mesmo: piratear longa-metragens é o foco da instalação “The Pirate Cinema”, que estreia no festival canadense Sight and Sound, que vai até o final deste mês.

A exposição funciona de uma maneira curiosa: em tempo real, trechos de arquivos que fazem parte do “top 100” de torrents mais baixados do The Pirate Bay são exibidos em várias telas de uma única sala. Segundos depois de surgirem na tela, eles são substituídos por mais projeções.

A colagem aleatória de trechos é acompanhada de um texto explicativo sobre a origem do clipe e de onde ele está sendo baixado. Além de fazer com que você enxergue esses aspectos geográficos e culturais, a ideia é mostrar a fluidez e a fragmentação das mídias com a ascensão da tecnologia e dos downloads P2P.

Cupons de desconto TecMundo: