(Fonte da imagem: Reprodução/UOL)

A luta de empresas contra a pirataria na internet parece que não tem uma data para chegar ao fim, mas já é possível ter ideia do rumo que a batalha tomará. Depois de tentativas frustradas de acabar com sites que distribuem conteúdo alheio apenas tirando-os do ar, o Google resolveu que o melhor jeito é atacar os piratas onde dói mais: no bolso.

A Google anunciou que deve fechar uma parceria com a Visa, MasterCard e PayPal para acabar com a fonte de renda de sites com conteúdo pirata. Isso significa que os domínios que forem notificados e não entrarem na lei poderão ter suas contas canceladas pelas empresas.

Essa atitude evitaria que a Google tivesse que mudar o seu mecanismo de busca de sites, acabando com os sites pelo simples fato de eles não conseguirem mais se manter financeiramente. Essa deve ser a primeira vez que a empresa ataca a pirataria dessa forma, mas a prática já foi usada pela Visa, MasterCard e PayPal. Em 2011, as companhias bloquearam as contas do site WikiLeaks, prejudicando as suas atividades.

Cupons de desconto TecMundo: