Microsoft contra a pirataria. (Fonte da imagem: Apc)

Uma startup russa chamada ironicamente de Pirate Pay quer acabar com a pirataria na internet – e tem na mira a crescente popularidade do compartilhamento ilegal de arquivos. A empresa está cooperando com gravadoras e estúdios de cinema para conter a distribuição de materiais protegidos por direitos autorais na internet.

Os desenvolvedores da empresa criaram um sistema que rastreia e desativa a distribuição de conteúdo pirata através da rede BitTorrent. A tecnologia promove ataques a “enxames BitTorrent”, ou grupo de computadores que hospedam conteúdo pirata,  tornando impossível para esses computadores atacados compartilhar material com direitos autorais.

O Pirate Pay recentemente recebeu um investimento de 100 mil dólares do Microsoft Seed Fund, um fundo da Microsoft da Rússia que tem como objetivo fornecer apoio direto para softwares e startups de serviços de internet russos.

A startup alega ter bloqueado cerca de 45 mil tentativas de baixar cópias piratas do filme russo “Vysotsky. Graças a Deus, eu estou vivo” (em tradução livre). Com a injeção do dinheiro, a empresa continuará trabalhando em sua solução antipirataria. Em dezembro do ano passado a Walt Disney Studios e a Sony Pictures foram as primeiras a contratar seus serviços.

Fonte: TorrentFreak

Cupons de desconto TecMundo: