A última semana foi realmente conturbada no mundo do compartilhamento de arquivos na internet. Depois do Megaupload ter sido fechado e seus proprietários presos, do Anonymous ter lançado uma onda de ataques contra a censura e do projeto SOPA ter sido cancelado, agora é hora de começar a briga nos tribunais.

Advogados tanto do Megaupload como do RapidShare (duas páginas de compartilhamento) tentam defender suas empresas, afirmando que o ato de efetuar o upload ou download de arquivos por eles em nada se difere de sites “legais”, como o Dropbox e o iCloud da Apple.

Além disso, Ira Rothken, advogado do Megaupload, disse ao Ars Technica que a prisão de Kim Dotcom e o fechamento do site não foram feitos pelos canais legais. Para defender seu argumento, Ira compara o site ao YouTube e lembra do processo da Viacom contra o site de vídeos, que permaneceu aberto durante todo o processo de julgamento.

Cupons de desconto TecMundo: