(Fonte da imagem: Facebook / Reprodução)

O dia de hoje (18) foi marcado por uma série de protestos na internet contra o SOPA, projeto de lei que, segundo os opositores, pode acabar com a liberdade na internet. Em protesto, diversos sites se manifestaram tirando as suas páginas do ar.

Nesta quarta, pela primeira vez o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, se manifestou sobre o assunto. Em uma postagem em seu perfil pessoal, Zuckerberg afirmou que tanto ele quanto a companhia são contrários aos termos propostos pelo projeto de lei.

Além dele, a Turma da Mônica também se manifestou contrária ao SOPA. O desenhista Maurício de Sousa, criador dos personagens, bloqueou o conteúdo, colocando uma mensagem de repúdio à possibilidade de aprovação da lei.

“O site da Turma da Mônica ficará vinte e quatro horas fora do ar por não concordar com as limitações que os projetos de lei SOPA e PIPA, que serão votados em fevereiro no congresso dos Estados Unidos, imporão à internet mundial”, destacou. “Por aqui, a única sopa que apreciamos é a que a Magali toma; e Pipa, só a amiga da Tina ou aquela que voa livre pelos céus”, escreveu.

Cupons de desconto TecMundo: