O que lhe parece mais apetitoso: um churrasco caprichado ou um pedaço de carne crua? Acredite ou não, mas os chimpanzés também preferem a primeira opção. Ao menos é isso que sugere um estudo científico elaborado pelos pesquisadores norte-americanos Felix Warneken e Alexandra G. Rosati, ambos do Departamento de Psicologia da Universidade de Harvard.

O objetivo da dupla era descobrir como os seres humanos desenvolveram a cultura de cozinhar alimentos e se isto era uma habilidade cognitiva exclusiva de nossa espécie. Para a surpresa de todos, após efetuar testes com chimpanzés, os cientistas descobriram que eles também preferem o gosto de alimentos cozidos. Mais do que isto: eles estão dispostos a esperar mais por uma refeição cozida e podem recusar mantimentos crus se perceberam que é possível cozinhá-los.

A metodologia utilizada por Felix e Alexandra foi muito simples. Os pesquisadores ofereceram aos animais um dispositivo que simulava o cozimento de alimentos – um “micro-ondas para chimpanzés”, como os próprios apelidaram.

Na verdade, o aparelho simplesmente possuía um fundo falso, e, ao colocar um alimento cru no reservatório, o primata recebia um pedaço idêntico já cozido em troca. Como você pode perceber no vídeo demonstrativo acima, ficou claro que os chimpanzés aprendem rapidamente a “cozinhar” e preferem o gosto do alimento cozido. Isso prova que os primatas possuem a capacidade cognitiva para cozinhar, assim como os seres humanos. 

Cupons de desconto TecMundo: