Pílulas, shakes e sucos que prometem fazer as pessoas emagrecerem rapidamente existem aos borbotões no mercado hoje, mas todos eles exigem que o indivíduo mantenha uma dieta saudável e se exercite regularmente para que haja algum resultado de fato.

Buscando alterar um pouco essa equação, a Nestlé está desenvolvendo uma pesquisa com uma enzima chamada AMPK (adenosine monophosphate-activated protein kinase). A substância, geralmente ativada quando nos exercitamos, é responsável pela extração de energia do açúcar em nosso organismo, o que resulta na queima de gordura.

Mantendo a saúde sem levantar do sofá

A empresa busca alguma forma de ativar essa enzima com o mínimo de exercício, mas mantendo seu efeito por um tempo maior. Logo, uma caminhada de alguns minutos equivaleria a horas de atividade física em uma academia no que diz respeito à queima de calorias. Não, você não ganharia músculos com isso, apenas perderia peso.

O efeito da droga poderia ajudar pessoas com mobilidade reduzida por conta da idade avançada, obesos e diabéticos, por exemplo, a se manterem mais saudáveis. O grande xis da questão é descobrir de que forma a AMPK pode ser ativada sem os exercícios, e a companhia suíça de alimentos não é a primeira a tentar.

Caso a pesquisa dê frutos (sem trocadilhos), os testes em animais só devem começar em alguns anos, então não se anime ainda. As esteiras e halteres vão continuar por aí por um longo tempo.

Cupons de desconto TecMundo: