(Fonte da imagem: Reprodução/Silicoangle)

Você já deve ter visto o famoso escaneador de retina em diversos filmes — e ele sempre é um sistema de segurança extremamente sofisticado e seguro. Acontece que esse tipo de equipamento realmente existe, sendo muito difícil burlá-lo de qualquer maneira.

Colocando abaixo a fama de sistema praticamente infalível, o trabalho em conjunto de pesquisadores espanhóis (Universidad Autonoma de Madrid) e americanos (West Virginia University) resultou em um método para enganar os escaneadores de retina.

E como a "mágica" funciona?

Para que você entenda como isso é feito, é necessário entender o funcionamento desses equipamentos. Por motivos de segurança, os escaneadores não salvam o formato físico da íris — no lugar disso, eles registram cerca de 5 mil “pontos” de informação sobre essa parte do olho.

O software desenvolvido pelos pesquisadores é capaz de “espelhar” esses dados, de forma que o equipamento acredite que o olho certo está sendo escaneado. De acordo com um dos responsáveis pelo processo, é possível manipular o sistema de segurança em no máximo 10 minutos.

As empresas de segurança não gostaram

É lógico que um “produto” como o software desenvolvido não deixou nenhuma empresa de alta segurança feliz. Para garantir a eficácia dos seus serviços, várias delas já alegaram que não vai ser tão fácil burlar os escaneadores. 

Uma dessas companhias foi a BI2 Technologies, que se protegeu dizendo que os seus aparelhos protegem os seus dados usando criptografia — o que impediria qualquer tipo de engano.

Fonte: Wired

Cupons de desconto TecMundo: