(Fonte da imagem: iStock)

Um estudo realizado pela Incapsula, empresa que realiza serviços no segmento de computação nas nuvens, constatou que a maior parte do tráfego existente na internet não é feito por humanos. Segundo a pesquisa, apenas 49% das ações dizem respeito às ações feitas por pessoas.

Os outros 51% estão subdivididos em ações protagonizadas por robôs e a má notícia é que a maioria delas é mal intencionada. Isso significa para os sites um aumento significativo no consumo de banda, porém nem sempre pode resultar em acessos úteis. O tráfego na web, segundo o estudo, está subdividido da seguinte forma:

  • 49% são ações protagonizadas por humanos;
  • 20% do tráfego é feito por mecanismos de buscas;
  • 19% é feito por programas-espiões, em busca de dados;
  • 5% é de propaganda;
  • 5 % é de ferramentas hacker buscando vulnerabilidades em sites;
  • 2% são comentários automáticos de spammers.

Cupons de desconto TecMundo: