Entre as coisas que menos incomodam as pessoas estão termostatos inteligentes, dispositivos vestíveis, como pulseiras fitness, e câmeras de segurança

Mesmo fornecendo uma constatação óbvia, o estudo feito pela organização SafeHome mostrou um ótimo panorama sobre o relacionamento entre as pessoas e a tecnologia, além de confirmar que pessoas mais velhas confiam menos em dispositivos tecnológicos, enquanto que os mais jovens não veem muitos problemas nisso.

A pesquisa listou diversos dispositivos eletrônicos e plataformas tecnológicas e perguntou para pessoas de todas as faixas etárias de qual deles elas desistiriam para manter a privacidade. Entre as coisas que menos incomodam as pessoas estão termostatos inteligentes, dispositivos vestíveis, como pulseiras fitness, e câmeras de segurança.

Já no outro oposto, como as coisas que mais poderia interferir na privacidade das pessoas pesquisadas, estão rastreadores de localização, sistemas de segurança doméstica, redes sociais e dispositivos inteligentes com acesso a IoT (SmartTVs, assistentes virtuais etc.).

Jovens e idosos possuem visões diferentes sobre a tecnologia

Dados detalhados

No infográfico criado para demonstrar os resultados da pesquisa, é bem fácil notar que a grande mudança entre as gerações que confiam mais e menos na tecnologia está naquela que adentra os 45 anos de idade. Dessa faixa para a frente, todos os pesquisados se mostraram bem mais desconfiados de todas essas plataformas do que os mais jovens.

Maiores detalhes sobre a pesquisa feita pela SafeHome podem ser encontrados neste link (em inglês).

Cupons de desconto TecMundo: