Uma pesquisa conduzida pelo Kaspersky Lab mostrou que todas as piadinhas sem graça (para não dizer ofensivas) sobre as mulheres serem fofoqueiras e quererem chamar atenção não possuem nenhum fundamento. Muito pelo contrário: os homens se destacam em todos os quesitos estudados, incluindo maior propensão para mentir, para falar sobre assuntos pessoais dos outros e para fazer qualquer coisa para ganhar likes nas redes sociais.

O sexo masculino também é menos discreto na internet: 13% afirmaram já ter postado fotos deles mesmos bêbados nas redes sociais

Segundo o que a enquete apurou, quando questionados sobre quem publicaria uma foto de um amigo embriagado nas redes sociais, a resposta foi positiva entre 15% dos homens e apenas 8% das mulheres. Já na hora de fingir estar em algum lugar onde não está realmente ou fazer algo que não faz, 14% dos homens confessaram ter essa prática, mas só 9% das mulheres.

Na hora da fofoca, os homens são mestres: quando questionados sobre a possibilidade de revelar algo embaraçoso sobre conhecidos, 13% dos homens responderam positivamente, enquanto, entre as mulheres, apenas 6% revelam os segredos que sabem sobre os outros. O sexo masculino também é menos discreto na internet: 13% afirmaram já ter postado nas redes sociais fotos deles mesmos bêbados. Entre pessoas do sexo feminino, essa prática é realizada por apenas 7% das entrevistadas.

Relações sociais

Apesar de a tecnologia permitir que mantenhamos contato com pessoas distantes de maneira mais fácil e prática, isso acabou criando um distanciamento físico entre conhecidos que vivem mais perto. Segundo o Kaspersky Lab, quase todo mundo diminuiu o contato físico com seus pais (31%), filhos (33%), parceiros (23%) e amigos (35%), dando preferência a conversas virtuais.

Entre os entrevistados, 21% admitiram que o relacionamento [com os filhos] piorou quando foram flagrados em alguma situação comprometedora nas redes sociais

Outro problema notado pelo estudo é o efeito que a exposição de pessoas nas redes sociais tem em seus filhos. Entre os entrevistados, 21% admitiram que o relacionamento com eles piorou quando foram flagrados em alguma situação comprometedora nas redes sociais. Esse é um problema bem recente que está começando a ter reflexo na sociedade: como filhos vão lidar com a exposição a que seus pais se submeteram na internet?

Para mais informações sobre a pesquisa da Kaspersky Lab, acesse o estudo por meio deste link (em inglês).

Cupons de desconto TecMundo: