Um dos discursos mais conhecidos e inspiradores para os jovens foi o que Steve Jobs deu durante a cerimônia de formatura da Universidade de Stanford em 2005. A ironia por trás desta história é que o próprio fundador da Apple nunca se formou em uma faculdade, apesar de ter cursado seis meses no Reed College, em Oregon, antes de optar por sair.

Mas e as outras mentes brilhantes da tecnologia? Reunimos os cinco homens mais ricos da área, de acordo com a lista de bilionários da Bloomberg, para mostrar um pouco mais de suas desventuras acadêmicas:

1 – Bill Gates (Microsoft) – Universidade de Harvard

O fundador da Microsoft é hoje o homem mais rico do mundo e chegou a frequentar a prestigiada Universidade de Harvard em 1973 – passou no teste SAT de admissão acertando 1590 dos 1600 possíveis –, mas não se formou, cursando apenas dois anos. Em um conjunto de eventos muito similares aos que aconteceram com Steve Jobs, Gates largou os estudos para fundar sua empresa.

A decisão de sair de uma das universidades mais prestigiadas do mundo foi apoiada pelos pais – e, depois de tanto tempo, parece ter sido a melhor opção.

2 – Jeff Bezos (Amazon) – Universidade de Princeton

Jeff Bezos é o fundador da Amazon e atualmente o sétimo homem mais rico do planeta – além de um estudante exemplar. Ele frequentou a Universidade Princeton e obteve, em 1986, graduações com honras em dois cursos: Engenharia Elétrica e Ciência da Computação. O fato curioso é que ele planejava estudar Física.

3 – Larry Ellison (Oracle) – Universidade de Illinois e Universidade de Chicago

Larry Ellison é o grande nome da Oracle e oitavo colocado na lista de bilionários da Forbes. Com a morte de sua mãe adotiva, ele largou a Universidade de Illinois durante o seu segundo ano de estudos.

Depois de um tempo, entrou para a Universidade de Chicago para estudar Matemática e Física – foi lá também que ele teve seu primeiro contato com design de computadores. Mais uma vez, resolveu sair depois de apenas um período para se mudar para a Califórnia e seguir a sua história de empreendedorismo com a Oracle.

4 – Mark Zuckerberg (Facebook) – Harvard

Assim como Bill Gates, Mark Zuckerberg é uma "cria de Harvard". E, também como o fundador da Microsoft, largou os estudos para se dedicar à sua grande criação: o Facebook.

Um prodígio desde os tempos de escola, o CEO da maior rede social da atualidade começou estudando Psicologia e Ciências da Computação na Universidade de Harvard, mas saiu em 2004 para focar seus esforços no crescimento do Facebook.

5 (e 6) – Larry Page e Sergey Brin (Google) – Universidades de Michigan e Maryland

Tudo bem, nós falamos em cinco pessoas, mas é impossível citar Larry Page e sua trajetória até a criação do Google sem trazer também Sergey Brin. Page é formado pela Universidade de Michigan em Ciências e Engenharia da Computação. Foi lá que ele criou uma impressora com peças de LEGO. Depois disso, continuou seus estudos na Universidade de Stanford.

Durante o curso de PhD ele conheceu aquele que seria seu parceiro na fundação do Google. Sergey Brin começou seus estudos na Universidade de Maryland em 1990 e se graduou com honras em Ciência da Computação e Matemática. Assim como Larry Page, Brin também seguiu seus estudos em Stanford – o resto da história todos conhecem bem.

Cupons de desconto TecMundo: