Os dispositivos USB de armazenamento flash – popularmente conhecidos como pendrives – estão há bastante tempo no mercado, ajudando as pessoas a compartilhar arquivos ou imprimir aquele trabalho de faculdade de última hora. Porém, como tudo relacionado a computadores, a tecnologia tem sua dose de perigo. Esses aparelhos já espalharam muitos vírus por aí, provando até possuir algumas falhas graves, difíceis de serem consertadas. Porém, nada se compara a um desses brinquedinhos que pode acabar fisicamente com o seu PC.

Apesar de parecer mais uma lenda urbana, o terrível aparato existe de verdade – ainda que não se saiba a sua exata capacidade de destruição. A peça foi criada por um engenheiro eletrônico russo depois de uma conversa rápida sobre o assunto com alguns colegas de trabalho. Embora o projeto seja altamente técnico e indecifrável para muitos leigos – e não tenha explicações e diagramas o suficiente para os profissionais –, o pensamento básico por trás da construção do pendrive eletrizante é razoavelmente simples.

Construindo um dispositivo USB repleto de capacitores em seu interior, o produto se alimenta continuamente de energia pela porta em que é conectado, até que chegue em um limite pré-estabelecido. Uma vez carregado ao máximo, o aparelho devolve tudo que foi coletado de uma só vez, causando uma descarga elétrica violenta. Na teoria, esse procedimento é forte o bastante para pelo menos queimar a entrada USB do PC ou notebook, mas, como algumas dessas portas são integradas à placa-mãe, o estrago pode acabar sendo bem maior.

Muita gente já toma todo tipo de cuidado na hora de espetar um pendrive no próprio computador, mas essa novidade pode deixar paranoico mesmo os mais cautelosos. Alguns vão dizer que talvez não seja preciso se preocupar tanto, já que essa brincadeira dos russos tem poucas chances de chegar em terras brasileiras. Ainda assim, quer um motivo extra para ficar encucado?

Representação fantasiosa de como o pendrive malicioso pode "ferrar" o seu computador.

O autor da tecnologia abriu um questionário em sua postagem original, perguntando se alguém teria interesse de comprar o produto e a galera dos comentários se mostrou bem empolgada com a ideia. Ou seja, não se espante se vir algum tipo de protótipo em sites como o Kickstarter no futuro.

Cupons de desconto TecMundo: