A quantidade imensa de armazenamento é importante, mas não é a única “magia” dos pendrives. Ou pelo menos não precisa ser. É nessa filosofia que o iStick Pro se baseia, um dispositivo que, além de atraente esteticamente, é eficiente em termos funcionais: o pendrive se transforma num microUSB com o deslize de um botão, num processo batizado de “Lightning”. A vantagem dessa transformação é poder conectar o acessório em uma sorte de aparelhos: dispositivos iOS, Android e laptops.

O iStick Pro foi apresentado na CES 2015 e ainda não tem preço oficial divulgado. Tudo o que se sabe até agora é a capacidade de armazenamento do pendrive, que virá em modelos de 16, 32, 64 e 128 GB. Também haverá um companion app exigido para transferências de arquivos ou visualização remota de conteúdo multimídia em dispositivos iOS. O aplicativo, é claro, será gratuito.

A funcionalidade USB/microUSB é realmente o maior chamariz do iStick Pro. Se pararmos para refletir, é algo tão simples e prático que nos perguntamos por que isso não foi implementado desde o começo. O pendrive já havia sido anunciado no ano passado, como mostra o vídeo acima, e deixou nosso apetite ainda maior na demonstração realizada durante a CES 2015.

O projeto nasceu a partir de uma campanha no Kickstarter, em que obteve êxito e angariou fundos suficientes para a produção.

Preços do modelo não Pro

Os dispositivos não saem baratos não. O modelo de 16 GB custa US$ 100, o de 32 GB sai por US$ 140, o de 64 GB pede US$ 200 e o de 128 GB cobra a bagatela de US$ 350. Os pendrives estão disponíveis nas cores preta e branca e aceitam praticamente todos os formatos de arquivos, incluindo os multimídia: DOC, MP4, WMV, JPG, GIF, PPT etc.

O iStick Pro poderá ser encontrado em seu site oficial (clique aqui) e deve ser lançado em março deste ano. Que mão na roda, não é mesmo? 

Cupons de desconto TecMundo: