É uma situação comum: você insere seu pendrive favorito em uma porta USB do computador, tenta arrastar algum arquivo para dentro do dispositivo e descobre que seu espaço de armazenamento acabou. E agora? A solução mais lógica seria apagar os documentos desnecessários e antigos, mas, às vezes, você simplesmente não quer (ou não pode) jogar fora um conteúdo que esteja armazenado no aparelho.

Não se preocupe! Embora muitos desconheçam essa alternativa, existe uma técnica bastante simples para livrar alguns preciosos megabytes de um pendrive lotado, abrindo espaço para guardar ainda mais arquivos em seu interior. O truque que te ensinaremos neste tutorial consiste em formatar o gadget para o sistema de arquivos NTFS, e, em seguida, ativar a compactação do disco do Windows.

A primeira coisa que você precisa fazer é retirar, temporariamente, todos os documentos que estiverem ocupando o pendrive em questão. Em seguida, abra o explorador de arquivos do Windows, Clique com o botão direito sobre o ícone do dispositivo, e, no menu de contexto, selecione a opção “Formatar”. Na janela que se abre, em “Sistema de arquivos”, configure a alternativa “NTFS” e dê um OK. Aguarde o término da operação.

Formate o pendrive como NTFS

Compactando os arquivos

Uma vez que seu pendrive esteja formatado como NTFS, coloque de novo todos os arquivos que estavam guardados lá inicialmente. Veja que, no nosso exemplo, o drive que usamos para realizar este tutorial tem 7,61 GB de espaço total para armazenamento de documentos, e 5,02 GB estavam em uso. O que faremos agora é compactar todos esses dados para que eles se tornem menores.

Nosso pendrive antes da compactação dos arquivos

Clique com o botão direito sobre o ícone do seu pendrive, e, no menu de contexto, selecione a opção “Propriedades”. Na janela que se abre, assine a caixa de seleção “Compactar este disco para economizar espaço” e clique em “Aplicar”. Caso surja uma segunda tela perguntando a abrangência dessa alteração de atributos, escolha a alternativa “Aplicar as alterações à unidade, subpastas e arquivos”.

Selecione a opção correta

Como você pode conferir na imagem abaixo, após o término do processo, os 5,02 GB se transformaram em meros 27,2 MB. Agora você pode continuar guardando arquivos no pendrive sem ter que se livrar dos itens mais antigos. Quando quiser descompactar um documento, tire-o do drive, clique nele com o botão direito do mouse, entre em “Propriedades”, clique no botão “Avançado” e desmarque a caixinha referente à compactação.

Nosso pendrive depois da compactação

Atenção!

É importante observar que, embora tal truque funcione e possa ser uma saída para situações emergenciais, existem alguns pontos negativos no método que você precisa ter em mente antes de reproduzir os passos deste tutorial. O principal problema é que o padrão NTFS só é compatível com as versões mais recentes do Windows; seu pendrive não será detectado em máquinas com outros SOs ou em video games, SmartTVs etc.

Além disso, como explicamos neste artigo, dispositivos de armazenamento com NTFS têm uma expectatividade de vida útil menor em comparação com os sistemas FAT e FAT32, visto que as atividades de leitura e escrita são bem mais agressivas. Sabendo desses dois detalhes, pense bem antes de seguir os passos descritos acima.

Cupons de desconto TecMundo: