Antigamente, a tecnologia que tínhamos disponíveis em nosso cotidiano era estacionária, por assim dizer. O computador, a televisão, o rádio, e qualquer outro aparelho elétrico ficava ou em casa ou no trabalho. Então chegou a era da miniaturização e os grandes saltos tecnológicos se tornaram tão constantes quanto impressionantes.

Passamos a carregar a tecnologia conosco, primeiro com tocadores de música portáteis, depois com celulares, e hoje já temos até mesmo relógios inteligentes. Planos de tornar virtualmente tudo o que utilizamos em um dispositivo inteligente já existem há anos, através de diversos experimentos de maior ou menor sucesso. Mas e quando essa ideia parte de uma das maiores empresas de tecnologia do mundo?

Recentemente se tornou pública a informação de que a Microsoft registrou no ano passado uma patente de uma “interface de computador vestível que conta com um estimulante de pele”. A ideia é usar essa interface programável inserida nas roupas – conforme os diagramas no início da matéria – para alertar o usuário de acordo com funções pré-configuradas. Por exemplo, ele seria avisado quando tivesse uma nova notificação de email, recebesse uma ligação ou programasse um lembrete de evento.

No entanto, esse alerta seria dado através de um pequeno estímulo elétrico diretamente sobre a pele da pessoa, basicamente causando um choque de baixa intensidade como aviso. Outros usos também foram pensados para isso, como uma camisa que avisa sua condição (suja, molhada, rasgada, etc) ou um par de calçados que dê pequenos choques para indicar quando o usuário deve mudar de direção enquanto segue determinada rota. Certamente é uma ideia interessante, mas quem disse que um dia os saltos tecnológicos não começariam a ficar levemente bizarros?

O que você acha da ideia de receber choques que servem como notificações? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: