Cansado de decorar senhas numéricas do seu iPhone ou de criar padrões dignos do Senhor das Trevas no seu smartphone Android? Pois é, os padrões de segurança da maior parte dos dispositivos mobile parecem cansar depois de um tempo e graças a junção da gordura dos dedos e marcas na tela, fazendo com que esses sistemas nem sempre sejam tão eficientes. De olho nisso, a Microsoft emplacou um novo projeto que pretende resolver esses problemas unindo diversas leituras diferentes para criar um novo método de autenticação.

A documentação foi enviada ao United States Patent and Trademark Office (USPTO) – órgão responsável pelo registro de patentes e propriedades intelectuais nos EUA – em janeiro de 2014 e só foi aprovado no último dia 30 de julho. A ideia da empresa de Redmond para esse sistema desbloqueio é utilizar a combinação gestos com uma série de informações biométricas, como posição e ângulo dos dedos, distância entre eles e pressão feita na tela em casa um dos pontos de interação.

Essa técnica avançada de medições tem como objetivo criar uma barreira ainda mais robusta contra intrometidos e curiosos de plantão, ao mesmo tempo que se mostra consideravelmente mais simples e prática para o usuário final. Isso porque grande parte das informações captadas pelo dispositivo se referem a características específicas do dono do aparelho, praticamente garantindo que apenas você possa ter acesso fácil aos dados e arquivos armazenados no equipamento.

De acordo com as imagens enviadas ao órgão norte-americano pela Microsoft, é possível conferir que até padrões simples – como um dedo anelar um pouco retraído em relação aos demais – podem ser mostrar eficientes para gerar uma chave de segurança forte. Outro ponto exemplificado pelas ilustrações é o fato de a tecnologia estar sendo pensada para além dos celulares e tablets. Aparentemente, o sistema funcionaria bem até com o seu perfil na Live, graças à precisão do conjunto formado por Xbox One e Kinect.

Como sempre acontece com as patentes, ainda não se sabe com certeza se esse projeto vai chegar a ver a luz do dia ou se vai para a pilha de centenas – ou milhares – de registros feitos anualmente pelas grandes empresas da indústria. Com uma técnica tão apurada e fácil de ser utilizada até por gente não tem tanta familiaridade com o mundo da tecnologia, nossa esperança é que a companhia leve a ideia adiante e que possamos ver tudo isso na prática – em versões futuras de suas principais plataformas.

Novo sistema de autenticação da Microsoft promete mais segurança e praticidade. Deixe sua opinião sobre o assunto no Fórum do TecMundo!

Cupons de desconto TecMundo: